Veia duplicada espontaneamente: milagre?

Nenhum de nós sabe ou pode prever quando um milagre acontecerá. Como você e a maioria, também tenho enorme dificuldade em acreditar neles, mas que eles existem e acontecem ao prazer e misericórdia divina, disso não tenho dúvida.

Nas últimas semanas, tenho corrido com o Thomas entre exames e consultas, conforme informei anteriormente. O sintoma mais evidente de que está na hora de alguma nova providência em relação à cardiopatia congênita dele localiza-se nas pernas e pés, particularmente no lado esquerdo. Há inchaço e a cor da pele está escura. A maior preocupação de todos, dele, dos médicos e da família é com possíveis tromboses.

Um dos exames realizados foi um Doppler das pernas. Eu assisti e foi realizado de forma minuciosa, no Hospital da Unimed em Sorocaba. Então descobriu-se uma trombose, já antiga em sua perna esquerda, perto da virilha. Sem dúvida uma má notícia, não fosse pelo que se viu ao mesmo tempo e no mesmo lugar, ou seja, a veia com o trombo duplicou-se espontaneamente no local, não dando chance a um entupimento ou que o trombo se soltasse e caminhasse para o coração, já que a circulação passou a dar-se pelo novo ramo. Notei os olhos dos médicos marejarem quando viram isso.

Alguém aí conhece um cirurgião vascular melhor do que o Criador de todas as coisas?

Vale ou não vale a pena lutar pela vida de um filho, de todos os cardiopatas congênitos ou de todos os enfermos desse mundo? Cara, você só corre um risco, qual seja, ser testemunha de milagres incomensuráveis como esse e ser obrigado a admitir: Ele existe e zela por nós.

Foi mais uma batalha vencida, dessa vez sem nenhuma interferência humana.

Muito obrigado pelo apoio, por cada oração, contribuição, pensamento ou desejo de cura e solução.

Um beijão em vossas carecas.

Lou Mello