A Gruta do Lou

20 thoughts on “Todo Poderoso

  1. Mas afinal o que será essa tal felicidade????
    A bondade!? Dessa “tal” eu nem falo…

    Deus nos deve algumas explicações…. ou muitas.
    Obrigado pela visita e comentário.

  2. E agora? Vou ter que ler Lewis de novo?!?!?
    Justo agora que eu ia começar a ler “Melancia”…

    Putz! Melancia… Lewis…. dá no que pensar.

  3. Quanto ao barbudo do meio não sei… mas os macaquinhos me parecem bem felizes!

    Claro! Afinal eles não tem pastas sanfonadas de contas a pagar. O velhinho do meio, ficou assim depois de anos pagando contas, até o dia em que, um dos filhos dele falou bem na cara dele, que ele era um irresponsável.

  4. “Por que sofremos em um mundo criado por um Deus reconhecido como Onipotente e Bom?Nem sempre entendemos corretamente a Onipotência divina, assim como nem sempre aceitamos que o nosso conceito de “bom” pode não ser o mesmo sob o ponto de vista de Deus.Nossa lógica é errada.

    Para C.S. Lewis, a Bondade de Deus não pode ser dissociada do Seu Amor, e isso significa dizer que Deus não nos ama de tal forma que aceita tudo o que fazemos se importando apenas com o fato de estarmos felizes e fazendo vista grossa para nossas ações erradas;Ele busca sempre o crescimento do objeto do Seu amor.Ele não gostaria de que nossas imperfeições não existissem; significa que nos amou primeiro.Halellujah!Porque nunca seremos como deveríamos ser…”

    Aliás, Deus não é um monte de coisa ditas sobre ele, inclusive bom e onipotente, segundo Lewis, claro. 🙂

  5. Os calvinistas que o digam sobre a bondade divina…me disseram outro dia que fui escolhido para ser condenado pelo bom Deus a não ser salvo…Ufff

    Dizem por aí, algo como: “Você se condena naquilo que acusa”. Entendo assim: um cara se exclui quando me exclui.

  6. A foto do post foi a melhor … muito boa para o assunto.

    É! Mais uma que eu gostaria de ter feito. Mas foi surrupiada do Google Imagens, infelizmente.

  7. Lulão, mudando de assunto, faz um tempão que você dá destaque pro Paulo da Bacia e pro Fábio Insano, e cá pra nós, nenhum dos dois precisa, são dois blogos-fera…

    A gente não podia ser convidado pra fazer uma votaçãozinha básica, pra escolher outro(a) destacado(a)?…

    Putz Bete! Faço das tripas coração para segurar esses dois. Você já se deu conta de quantos perdemos? Cadê o Volney, meu amigo, inclusive? E o Hernan? E o Anderson? O Francisco? Tantos outros… Também perdemos mulheres incríveis, como a Camila, a Lussandra, a Dra. Dalvany e tantas outras importantes… Nossa, esses sumiços me arrasam. Você não tem idéia o quanto vocês, presentes, me alegram, animam e me enchem de responsabilidades…. Ufa! Não sou capaz de segurar a onda, quando alguém abandona a Gruta. Amuo mesmo.

  8. Posso perguntar uma coisa pra todo mundo? Se todo mundo entende exatamente o que C.S.Lewis quis dizer com essas afirmações, é por isso que todo mundo responde com brincadeiras? Sabiam que muita gente lê a Gruta e nós que respondemos, nem ficamos sabendo? Muita gente que não entende nada do que está escrito no Post? Ou eu sou muito burra mesmo, mas me parece, que o Post não está lá. Vai ver sou burra mesmo! Então tenho que me conformar…

    Todo mundo pensa como eu, ou seja, o que será isso? O Lewis estava falando sério ou estava de brincadeira? Mas eu sinto isso, às vezes. Deus parece não ser tão bom assim, ou não ser tão onipotente assim. Onde ele estava quando a mulher da Telefonica me ligou informando que minha linha telefônica já era? Ou quando o oficial de justiça veio e levou meu único carro embora? Ou quando o Roberto Jacob me empurrou precipício abaixo com a complacência da diretoria formada por meus amigos, irmãos e pastores? Sem falar em outras perseguições, digamos, mais contundentes.

  9. Não é precisamente uma heresia; é uma pergunta, mas de natureza tal que só comporta respostas honestas que sejam minimamente heréticas. Prefiro a heresia mais herética, que implica em tirar de Deus o atributo da onipotência. Assim o velhinho permanece bom em sua velhice.

    Particularmente, me amarro em um Deus menos bondoso e mais avô. Sabe? Aquele velhinho sacana que sabe bem onde cada caminho vai dar, e nem assim segura você pelo braço. Antes, espera você voltar com aquela cara desenxavida e antes de você dizer, diz: Já sei, a mina te deu um pé na bunda!

  10. “O Amor e a Bondade de Deus envolve disciplina, correção, aprimoramento e aperfeiçoamento, e nem sempre isso significa experimentar apenas sensações prazerosas, como a experiência comum pode bem afirmar.Para aqueles a quem Deus ama, o sofrimento serve de instrumento para o aperfeiçoamento, pois o ser humano enquanto “repousando nele mesmo” não procura melhorar ou crescer: quando tudo está bem, a vida sem preocupações, a nossa tendência é relaxar.Creio que o entendimento do problema do sofrimento é útil para impedir que, por meio dele, nos revoltemos contra Deus, e para entendermos melhor quando acontece, porque acontece, e quais frutos benéficos pode produzir. Sofrer é inevitável, e até mesmo Cristo atestou este fato (Jo. 16:33)”

    “… diante da necessidade de suportar o sofrimento, um pouco de CORAGEM contribui mais que muito CONHECIMENTO, um pouco de EMPATIA ajuda mais que muita CORAGEM e o mínimo MATIZ DO AMOR de Deus vale mais que tudo isso.”C.S.LEWIS

  11. Lou

    É assim mesmo quando o homem acha que é o centro do universo e que Deus está a seu serviço…

    Pena que muitos vão descobrir tarde demais quem é o Senhor e quem o servo

    Já sei: Deus é o senhor e eu…

  12. Bete

    Está querendo me tirar de uma das melhores vitrines que eu tenho??

    Me senti um sapato que saiu de moda…(magoei…risos)

  13. Ou no fim das contas nossos adjetivos para Deus que estão obsoletos.

    Pois é, tudo que conseguimos com nossas pobres palavras é reduzir o Senhor às nossa limitações humanas. Nada mais insensato.

  14. O C.S. Lewis disse isso? Acho que foi antes de se converter, não?
    Cara, voce é figuríssima. Não quer vir à Paraíba dar umas palavras aos nossos jovens da Igreja Batista? Terá um jantar com macaxeira e carne de charque picadinha, café quente… e nada mais. Nem um centavo a mais. Tá bom, a gente paga o ônibus (mas voce tem carteira de estudante ou passe livre para velho, não?)

    Marcelo Hagah
    João Pessoa-PB

    O convite, o cardápio do jantar e o perfil da platéia estão dez. Agora, a viagem de ônibus me preocupa. Tenho péssimas recordações a respeito, sem falar na distância, mais recomendável pelo ar ou pelo mar. Mas agradeço sua visita e comentário que muito me honrou. Além do convite, claro.

  15. Galera, se até o Lou já escreveu muita coisa que duvidamos ou ficamos estupefados, porque então o finado C.S. Lewis não pode ter dito isso, vai que tava numa época de crise para o cara …

    Como diria o Ruben Alves, ninguém escreve coisa boa se não estiver em crise. Até falei a Deus sobre minha disposição em abandonar a pena. Não agüento mais viver em crise. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *