A Gruta do Lou

The Message

The Message
The Message


Informações sobre a Versão

Por que The Message foi escrito? A melhor resposta para essa pergunta vem do próprio Eugene Peterson: “Enquanto eu estava dando aulas sobre Gálatas, comecei a perceber que os adultos em minha classe não estavam sentindo a vitalidade e franqueza que eu senti quando li e estudei o Novo Testamento em seu original grego. Escrevendo diretamente do texto original, comecei a tentativa de trazer para o Inglês ritmos e expressões idiomáticas da língua original. Eu sabia que os leitores iniciantes do Novo Testamento foram capturados e envolvidos por estes escritos e eu queria que minha congregação viesse a ser impactado da mesma forma. Esperava trazer o Novo Testamento para a vida de dois diferentes tipos de pessoas: aqueles que não tinha lido a Bíblia, porque parecia muito distante e irrelevante e aqueles que tinham lido a Bíblia, tanto, que ela tinha se tornado como um”chapéu velho”.

Meu professor de Pregação Expositiva, Carlos Lachler, ensinou me a, sempre que possível, traduzir o meu texto predicável diretamente do original. O Dr. Russell Shedd, professor de Novo Testamento em meus tempos de seminário, costumava dar aulas usando o texto grego, hábito que adotei em meu trabalho professoral, também.

morcego-12

 

2 thoughts on “The Message

  1. Conheces alguem aqui na capital de São Paulo que adote como fisosofia de sua pregação a “Pregação expositiva Temática”? Ficaria grato se me informasse.

    1. Alexandre
      Obrigado pelo comentário. Um amigo antigo era seu homônimo e conhecia esse assunto muito bem. Antes de mais nada, uma pequena mas importante correção: Pregação Expositiva é um método e a Pregação Temática outro, bem diferentes. O Pastor Ed Rene Kivitz da Igreja Batista da Água Branca e o Dr. Russell Shedd são dois exemplos de pegadores que adotam a Pregação Expositiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *