A Gruta do Lou

Soluções Inócuas

WalterDAvila Walter Dávila

Jesus deve ter tido alguma pane mental, durante os anos em que esteve entre nós, digo,entre nossos ancestrais. Imaginem que, nenhuma vez, ele sugeriu que os criminosos fossem enviados à prisão. Chegou ao extremo de não recomendar a pena de morte, uma vez sequer. Acho que o Mestre Galileu, cheio de preocupações e todo estressado, dava umas boas derrapadas, às vezes.

Ainda bem que naquele tempo não havia homossexuais. Já pensaram se ele esquecesse, também, de condenar esses párias ao ostracismo eclesiástico e secular? E os praticantes do aborto? O Nazareno não disse uma vírgula a respeito deles. Como pode? Imaginem que o Mestre da Sinagoga da Galileia jamais pronunciou uma frase a favor do aprisionamento de crianças e adolescentes envolvidos com o crime. Isso chega a ser uma grande irresponsabilidade.

Antes, Ele andou por aí com aquele discurso utópico de perdoar até não poder mais, deixar vir a ele as criancinhas e que elas são as proprietárias do reino dos céus, etc…

Por isso é que admiro os pensadores da reforma e seus seguidores. Ah! Esses não deixaram, jamais, escapar a oportunidade de cumprir seu dever cristão de mandar à prisão, condenar à pena de morte, excluir da igreja e execrar esses néscios insuportáveis, comumente chamados de pecadores, particularmente os menores, esses demônios em forma de gente.

Aqui no amado Brasil das cabrochas e escravos do futebol, graças ao apoio de nossos queridos reformadores (não falo aqui de Lutero, Calvino, Zuíglio, Knox, Wicliff, etc , obviamente), podemos nos orgulhar de termos construído a prisão, modelo internacional, para adolescentes. Começou com a FEBEM e agora chegou ao jeito aperfeiçoado chamado CASA. A esses calabouços pós-modernos (tem até internet lá) dos nossos irmãos em cristo, juízes e promotores têm enviado milhares de adolescentes, cumprindo com a missão jesuítica autêntica.

Como pôde o Galileu ter omitido uma ideia tão genial como essa? Isso sim é que podemos chamar de cristianismo. Não aquelas anedotas irônicas do morto da caveira, sobre perdão setenta vezes sete, a patética certeza dada a um ladrão (talvez assassino) de que ele estava a caminho do paraíso e todas aquelas baboseiras sentimentais. Ainda por cima, não fez qualquer referência aos meios mais inteligentes de lidar com os amantes do pecado. Só perdão e perdão.

Não é a toa que teve aquele fim. Alguém que se dizia filho de Deus, todo amoroso e perdoador, tinha mais é que ser preso, açoitado, cuspido, condenado a morte e morte na cruz. Tudo que ele esqueceu enquanto viveu.

§§§§§§§§§

Atenção!: A partir desta semana, usarei o Blog Filantropia Br para divulgar meu caminhar enquanto estiver participando do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) de Sorocaba – SP e quero contar com o apoio de todos os leitores da Gruta. Não busco grana, mas o fruto que aumente o vosso crédito celestial. Em outras palavras, vocês poderão me ajudar a fazer barulho, via blogs e com isso me dar alguma credibilidade extra para conseguirmos mais respeito dos outros atores envolvidos e o que mais for possível.

A publicação será, no mínimo, semanal (geralmente às sextas-feiras).

Capricornio PB

13 thoughts on “Soluções Inócuas

  1. Que desapontamento, Lou.
    Lembrou-se do cristianismo autêncico dos reformadores e se esqueceu do cristianismo igualmente autêntico do nosso apóstolo São Paulo.

  2. Lou que delicia ouvir sua voz. Sabe que eu imaginei a sua voz exatamente como ela é? kakakakakak!!!
    Isso já nao aconteceu quando ouvi a voz da Bel, do deixo ler.

    Boa semana e vou ler sim todas as sextas-feiras e que estará acontecendo.

    Boa semana e sucesso nessa nova etapa.

  3. Baboseiras sentimentais. Sabe Lou fiquei pensando se o que disse tinha a ver com estar com Ele no paraíso ou não. E’le disse: “Ainda hoje estarás comigo”… Será que passou só para deixar o moço e voltou? Estarás hoje porque depois ressuscito? Ontem estive comigo no paraíso e hoje estou contigo? Talvez esse ‘hoje’ tenha outra conotação no original que não sei, mas estar com Jesus em qualquer lugar (tempo/ espaço) é muito bom. Acho!

    Abraço

  4. Pessoal que comentou a gravação de minha voz, agradeço o carinho e delicadeza de todos vocês. Tentarei fazer uma nova versão, com pequenas mudanças, esqueci que meu objetivo era anunciar a música que canto a seguir, com destaque para o piano que toco. Alguns pensam que é o Neil Diamond de tão bom que ficou.

  5. Junior, gostei de sua observação. Na verdade acho que você acabou com esse mito tolo sobre paraísos, ladrões perdoados e etc…

  6. Eu já tinha ouvido tua voz no youtube, em uma palestra. Desta vez (hoje) gostei mais. Tua voz na música está muito parecida com a do Neil Diamond hein! Seu inglês então!

  7. Agora, sobre o post, lembra o Grande Inquisidor do Ivan Karamazov, do Dostoievski, que também era outro lunático, assim como nós que ainda insistimos em acreditar.

    Quanto ao outro blog, não poderei acessar com frequência devido ao filtro que não me deixa entrar no blogger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *