A Gruta do Lou

Passos para ensinar Deus a ser Deus.

Em minha caminhada espiritual, há uns trinta e cinco anos evangélicos e mais uns vinte e cinco católicos mezzo a mezzo, tenho me debruçado na tarefa de ajudar a Deus. Algumas vezes mais enfaticamente e outras nem tanto. Você e eu sabemos como Deus é relapso, às vezes beirando a incompetência e em outras, a displicência. Sendo assim, precisamos nos empenhar, assumir compromissos, armar esquemas, bolar todo tipo de planos, projetos e propósitos mirabolantes, manipular as pessoas, geralmente um bando de idiotas e tudo mais, já que o Criador não se mexe.

Agora cansei. O velho que se vire sozinho. No máximo, farei o que ele mandar e só.

Adoro ler programas de encontro de pastores, cursos da família e todas essas porcarias. Bom, é raro, mas até participei de alguns muito bons. Mas geralmente, é pura perda de tempo e dinheiro. Descobri que posso imaginar o valor da coisa olhando para as propostas, sempre recheadas de propósitos, prosperidades ou sucessos. Incrível! Mais de noventa e nove por cento das vezes, os caras se propõem a ensinar Deus a fazer o trabalho dele. Deus é mesmo um bom baiano. Deita na rede ou em berço esplêndido e deixa tudo por conta da pastorada, dos psicólogos e dos marketeiros. Se nada der certo, chamem os teólogos e os advogados.

E as pessoas então, tal como você e eu? Fazemos tudo que dá em nossas telhas ou poucas telhas e ainda oramos: Senhor, abençoe esse negócio que estou fazendo. Grande!

É um tal de quatro passos, nove passos, três passos para não sei que, ou como fazer isso e como fazer aquilo que não acaba mais. Sem falar em regras e mandamentos. Aí a porca torce o rabo para nunca mais distorcer.

Tô fora!

11 thoughts on “Passos para ensinar Deus a ser Deus.

  1. Pingback: Lou Mello
  2. Me too…apesar de baiana. Ah, o preconceito!

    É nada, acho a preguiça baiana um charme a mais desse povo arretado.

  3. Hum…o velhinho deixou 10 regras ou passos,achando que estava de bom tamanho,que era o suficiente pra se viver…que nada!!! O povo gosta de inovar: uma hora é 12 passos,outra apenas 06 são suficientes,e assim vai…

    O que falta ao povo é mais fé e menos arrogância, mais Deus e menos egoismo, individualismo e coisas assim.

  4. Pingback: Nelson Costa
  5. Eu tb tô fora! Deixa que Deus se vire! Vou cuidar da minha hortinha pra vê si já nasceu quarqué coisinha… mais quar, num nasceu nada, não! Plantando nasce mai num planto não!!!

    Bom, pelo menos você não corre o risco de agir por presunção.

  6. Putz. Aquela ideia de inveja boa (?) é cabível para o meu sentimento em relação ao texto. Muito bom.

    Se me permite tive uma ideia de post inspirado no seu com o seguinte título: Deus é um bundão.

    Posso publicar algo assim com inspiração nesse?

    Sem dúvida pode e deve, além de me deixar orgulhoso. 🙂

  7. Pingback: rapensando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *