A Gruta do Lou

Palavra transformadora

Segunda-feira, Fevereiro 20, 2006

Confissões

Concedei, Senhor, que eu perfeitamente saiba, se primeiro Vos deva invocar ou encomiar, se, primeiro, Vos deva conhecer ou invocar.
Mas quem é que Vos invoca se antes Vos não conhece? Esse, na sua ignorância, corre perigo de invocar a outrem. – Ou por ventura, não sois antes invocados para depois serdes conhecido? “ Mas, como invocarão Aquele em quem não acreditaram? Ou como hão de acreditar, sem que alguém lhes pregue.” “Louvarão ao Senhor aqueles que O buscarem.” Na verdade, os que O buscam, encontrá-Lo-ão e aqueles que O encontram, hão de louva-lo.
Que eu Vos procure, Senhor, invocando-Vos; e que Vos invoque, crendo em Vós, pois, nos fostes pregado. Senhor, invoca-Vos a fé que me destes, a fé que me inspirastes por intermédio da humanidade de Vosso Filho e pelo ministério do Vosso pregador. (Confissões de Santo Agostinho Livro I – Apelo ao Ser – 1. Invocação ao Louvor?)

A palavra entrou em minha vida como um raio. Modificou-me. Transtornou-me. Naquele instante havia tanta gente a minha volta. Quando olhei, não vi mais ninguém. O Senhor chegou. Eu Te invoquei, Te louvei, crendo em Vos porque me fostes pregado e descobri a fé que me inspirastes. Como Oséias chorou a esposa que Tu lhe destes, choro a Tua Igreja e o Teu povo (eu inclusive). E não é essa a função do profeta? Sentir um pouco das Tuas dores. Só, louvo-Te no silêncio do meu quarto. Ali, deposito minhas orações e carrego a fé que me destes, mudo. Tu me escolheste.

Púlpito

Estava realizando palestras, à noite, em um retiro de carnaval para jovens em Volta Redonda, quando a luz acabou. Sentei-me, aguardando a luz retornar. Vários irmãos sucederam-se em oração até que um pastor da Assembléia de Deus orou: “Senhor olha para nós, aqui, genoflexos…. Ninguém agüentou, acho que fui o primeiro, desatamos a rir e a luz voltou.

Bíblia

Nitzche suspeitava que os sacerdotes manipularam os textos e o cânon, a seu bel prazer.

Paradoxal

“Mas Deus escolheu o que para o mundo é loucura para envergonhar os sábios, e escolheu o que para o mundo é fraqueza para envergonhar o que é forte. Ele escolheu o que para o mundo é insignificante, desprezado e o que nada é, para reduzir a nada o que é, a fim de que ninguém se vanglorie diante dele”. (I Coríntios 1:27-29)

4 thoughts on “Palavra transformadora

  1. Pôxa, eu estava pensando em socar algumas citações filosóficas das Confissões lá na Bacia, mas você se adiantou. Sim: todos casamos com a esposa de Oséias, e todos a somos. Damn it. Também oro só, depois da segunda virtude que abandonei.
    # posted by Paulo Brabo : 2/20/2006 11:08 AM

  2. Quem sabe tudo isso tenha a ver com o batismo com fogo que você estava discutindo lá na Bacia?
    # posted by Luiz Henrique Mello : 2/20/2006 11:56 AM

  3. Também como tu, oh Lou, choro as dores da Igreja e do povo que se chama pelo nome de Deus, na qual minha vida está inserida. E a Ele damos graças por ter nos escolhido, a escória do mundo, trapo de imundícia, o lixo mesmo, para envergonar os sábios e entendidos… Que Ele aceite nossas confissões, das profundezas do nosso coração…

    Amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *