A Gruta do Lou

Os espirituais

 

9Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.

10Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus.

11Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus.

12Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus;

13as quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais.

14Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

15Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido.

16Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário

Iª Corínthios 2: 9 – 16

 

Não consigo evitar, ao menos, um sorriso quando ouço alguém não espiritual tentando explicar as coisas do Espírito de Deus, e como tem gente assim, sobre o que não entendem, fazem ousadas asseverações.

Esses dias, estava acompanhando uma discussão sobre aquecimento global, buraco na camada de ozônio e todas essas conversas fiadas que grassam por aí. Interessante, nem eram os temas, pelo menos não para mim, pois vejo tudo isso com desdém. Chamou-me muito mais atenção o fato da maioria dos debatedores, espontâneos diga-se, falarem um monte sem qualquer fundamento e muito menos conhecimento. O único cara com algum ideia sobre os assuntos debatidos virou o alvo dos outros todos. Isso me fez lembrar da vida.

Fui à quitanda, como faço quase todas as tardes, e ao estacionar havia uma senhora descarregando coisas de um carro, entre elas, um enorme display com algo alusivo à Bíblia. De vez em quando tenho surtos de idiotice e antes mesmo de pensar, lá estava eu inquirindo a senhora sobre o significado daquilo. Não me orgulho dessas minhas atitudes precipitadas e ilógicas porque elas nascem no bojo do meu sarcasmo e/ou ironia. Então passei os próximos dez minutos ouvindo um monte de bobagens sobre a bíblia que não me interessavam, de olho no material já nas mãos dela, suspeitando que iria ganhar aquelas coisas de presente. Dito e feito, ela me deu um livro e vários folders alusivos ás revistas distribuídas pela seita dela. Evidentemente, ela pediu meu endereço para uma visita posterior a fim de me falar mais bobagens, claro, me esquivei de dar-lhe.

Tadinha, ela pode acreditar em tudo aquilo que me disse, talvez. Mas seria muito melhor se ela fosse capaz de entender, de fato, tudo aquilo. Só não é porque não é espiritual e o texto bíblico é. Imagino ter lido quase tudo que Emmet Fox escreveu. Ele costumava dizer que a bíblia só deveria ser lida metafisicamente. Um eufemismo para o discernimento espiritual, no caso dele.

Bom, dei os presentes para a Dedé. Tinha certeza que ela leria tudo aquilo e passaria os dias seguintes ouvindo os relatórios dela sobre suas leituras. Realmente um prazer inenarrável. Ela sabe ser irônica e sarcástica, também.

Mas não é só a bíblia que deveria ser lida assim. A vida prescinde desse tipo de leitura e interpretação, igualmente. Um amigo meu foi atropelado na rua onde ele tem seu escritório. Machucou bastante a perna e levou bom tempo para sarar. Quando o visitei ele gastou tempo tentando me explicar o acontecimento. Entendi, então, que o cara não fazia a menor ideia do verdadeiro significado daquilo. Dezenas de vezes atravessei aquela rua com ele e invariavelmente ele não aguardava o hora certa para fazê-lo em segurança. E ainda me chamava de lento porque eu demorava a atravessar. Enfim aconteceu, mas ele não entendeu. Me obrigou a traduzir: “Olha, você saiu machucado dessa vez, mas poderia ter morrido. Significa um aviso e uma chance. Não deixe acontecer uma próxima vez”.

Também caio na tentação de interpretar acontecimentos e fatos da vida com a mente humana, por isso ainda cometo muitos erros. Há muita pressão para não sermos espirituais. Mas se posso traduzir uma das vontades divinas para nós, sem dúvida, o divino deseja ver-nos como seres espirituais, apesar da fantasia de humanoides que carregamos.

Beijo nas perucas e carecas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *