O Paizão

South_Baptist_Seminary_BW

Recebi a seguinte mensagem, hoje, de “The Universe”:

The greatest gift a parent can give a child, Lou, is the ability to become independently happy.

And the greatest gift a child can give a parent is exercising that ability.

Happily,
The Universe

Sempre desejei ver meus filhos pensando e resolvendo seus problemas segundo suas capacidades. Evitei responder suas perguntas, posto que eles tinham seus próprios pensamentos, muito mais importantes que qualquer sapiência de minha parte.

Apesar da escassez e algumas dificuldades que eles enfrentam, os vejo felizes. A independência e o livre pensar alegram.

Não me importo em receber o prêmio de pior pai do mundo, se isso puder alegrar ou melhorar alguém que se julga como tal. Jesus não se importou em ser o maior pecador da história, se isso livrava a humanidade de toda a culpa. Quem sou eu para não imita-lo?

Capricornio PB

Share this:
Share this page via EmailShare this page via Stumble UponShare this page via Digg thisShare this page via FacebookShare this page via Twitter

2 respostas para “O Paizão”

  1. Bete

    Prefiro sentar no fundo e depois se chamado a sentar à frente, do que sentar na frente e ser convidado a dar lugar a alguém mais importante que eu, ou seja, melhor pensar que sou o pior pai do mundo. Sugiro que você veja as fotos no painel postado junto com o post de nosso aniversário de casamento. Os três aparecem diversas vezes e em várias fases de nossa caminhada. Aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.