A Gruta do Lou

O Oportunista

Engraçado pensar nisso. Alias pensar é um ato muito engraçado e quase único. Como acabo de escrever lá no blog do Adiron, poucas pessoas pensam. As pessoas pensam que pensam mas não pensam. Trabalhando com computadores ( é bico eterno) há muitos anos, percebi que mais de noventa e oito por cento dos meus clientes não consegue utilizar o computador em suas capacidades mais avançadas, simplesmente porque elas próprias não são capazes de utilizar suas capacidades mais sofisticadas, como refletir, avaliar e decidir.

Mas meu objetivo aqui é a oportunidade. O Pavablog divulgou um vídeo onde o CEO da Apple, Steve Jobs aparece fazendo um discurso em uma cerimônia de graduação em uma importante universidade norte-americana (Stanford) e, de forma simples, defende a tese que a oportunidade se esconde atrás da dificuldade. No caso, as três maiores dificuldades de sua vida camuflavam as suas maiores oportunidades, que ele percebeu e aproveitou soberbamente, mas inocentemente, chamou isso de “amar o que você faz”.

Ando atrás dessa idéia ultimamente. Atrasado, mas isso já se tornou uma marca registrada e faz tempo que desisti de lutar contra essa fama, não estou preocupado com isso agora. Estou tentando achar minha oportunidade (s) atrás das minhas dificuldades. Desejo transformar a cardiopatia congênita de meu filho em um relevante projeto social: O “Projeto Coração Valente” . Para vencer as dificuldades financeiras advindas de uma eterna fase sem renda criei um curso que denominei Finanças OK, cuja procura anda meio em baixa. Afinal, eu ensinaria o que? A verdade? Ninguém quer ouví-la. Tem até um manual (um livrinho, tipo obra aberta). Claro que eu queria criar dois softwares relacionados a essas oportunidades. Acho que aí, minhas chances de criar a minha empresa “Banana” ( Por que não, a do gringo chamava Apple) e me tornar um “vencedor” cresceria muito e com ela eu daria a volta nas minhas crises financeiras pessoais, também. Não sei ainda se conseguirei. Tenho consciência da derrota. Finjo que ainda há alguma chance, apenas. Não tenho coragem para salvar minha honra com aquelas bobagens samurais.

Jesus foi um grande oportunista. Desculpe se coloco assim. Não é no mal sentido. Ele percebeu rápido, a oportunidade por trás da dificuldade. A humanidade ia para o brejo por causa de um vírus besta chamado “culpa”. Primeiro tentou um software baseado em discípulos, mas não funcionou. Os caras não oravam, nem jejuavam o suficiente, dormiam em qualquer lugar como os baianos e assim não geravam suficiente combustível para mantê-lo funcionando. Resultado, quando os vírus os atacavam se mostravam incapazes. Então o mestre criou outro software, batizado de “Graça”, onde ele próprio era o código fonte. Com o Graça ele derrotou os vírus causadores da culpa, devidamente desamparado por seu Pai, segundo suas próprias palavras.

Com isso abriu o caminho para acabar com a miséria e a pobreza. Se bem que, o pessoal prefere usar o PC em modo segurança a eliminar o vírus.

Basta aos seus seguidores pós modernos usarem o software da Graça para eliminar os problemas causados pelos vírus que geram a culpa. Depois será só alegria no Reino de Deus. A oportunidade atrás da dificuldade.

3 thoughts on “O Oportunista

  1. [o mestre criou outro software, batizado de “Graça”]

    Quando estávamos no seminário e começamos um treinamento em discipulado com aquele gringo meio doido, você deve lembrar, o software Graça começou a ser formatado em nossos corações, certo?

  2. É verdade. “As pessoas pensam que pensam, mas não pensam”. Sou especialista nisso,viu? Jesus refletia, avaliava e decidia. Por isso criou o software batizado Graça, já eu, estou como você, há muito tempo tentando achar minha oportunidade atrás, bem atrás das minhas dificuldades…CADÊ MINHA OPORTUNIDADEEEEEEEEEEEEEEEE?????????????

    É a própria dificuldade olhada por outro ângulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *