A Gruta do Lou

O homem e sua caverna

                         Morris West

A partir do momento em que se aceita a existência de Deus, não importando como se possa defini-lo, não importando como se explique o relacionamento pessoal com Ele, fica-se para sempre preso  à sua presença no centro de todas as coisas. E se fica também dominado pelo fato de que o homem é uma criatura que vive em dois mundos, gravando nas paredes de sua caverna as maravilhas e as experiências de pesadelo de sua peregrinação espiritual.

Morris West em Fantoches de Deus


9 thoughts on “O homem e sua caverna

  1. Mas o homem só se contenta, só se entende, mesmo que superficialmente, dentro dessa dualidade.
    De que lhe serve uma caverna, se não tiver a imaginação, a curiosidade de buscar mais…nem que sejam pesadelos, pra gravar em suas paredes.

  2. Raquel
    Acrescentei o dado de que o texto foi extraido do livro Fantoches de Deus. Depois que a “idéia crística de Deus”, segundo as religiões cristãs, entra na vida do homem, só escrevendo nas paredes da Caverna para manter-se com alguma sanidade. Salvo engano
    .

  3. Sinceramente penso que nem é preciso o homem admitir a existência de Deus para ficar “preso à sua presença no centro de todas as coisas”. Queiramos ou não, estamos todos ligados a noção de transcendência, até mesmo os ateus.

  4. Agora eu fico na dúvida.(Circunstância dúbia)
    Foi Deus quem procurou o homem?
    Ou foi o homem,que na sua angustia existencialista,criou um deus,para explicar aquilo que não entendia?
    Tem momentos que eu gostaria de ter certeza sobre esse negócio de imagem e semelhança.
    Até que fique tudo esclarecido,o que eu acho improvável…vou continuar ligada à noção de transcendência,essa que o Rubinho mencionou.
    Quem sabe,num momento que está se tornando mais próximo à cada dia,eu possa dar uma olhada no outro lado,e com um pouco de sorte,consiga remeter uma mensagem para o futuro,dando detalhes de como tudo funciona.Salva engano.
    Existe circunstância,que nos dê certeza de nossas habilidades?Eu,sinceramente,ainda tenho muitas perguntas.
    Não vale dizer,que a minha fé,ou falta dela,está fraca.Isso seria tão redundante.

  5. Rubinho
    Sobretudo em cultura latina, Deus está em toda parte, antes das refeições (Luigynho vá lavar as manos, pois papai do Céu não gosta de bambinos que comem com as manos sujas), e após tudo (Graças a Deus).

  6. Raquel
    Só lembrando alguns ensinamentos grutais: Deus é como a montanha, sempre lá impassível, pronto para escutar e tardio para falar (na verdade, não fala nunca). Agora, quanto a fé ela sempre está fraca, pois sem essa condição não haveria Deus e todas as variações dele
    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *