A Gruta do Lou

O discípulo e a Graça

A mensagem o discípulo e a graça barata tem arruinado mais crentes do que qualquer mandamento de obras. …

“Felizes aqueles que se encontram já no fim do caminho que pretendemos percorrer, e que, com espanto, compreendem o que, na realidade, é incompreensível: que a graça é preciosa justamente por ser graça pura, por ser graça de Deus em Cristo! Felizes aqueles que, no singelo discipulado de Jesus, se encontram possuídos por essa graça, podendo, humildes em espírito, louvar a Graça de Cristo, a única graça operante! Felizes aqueles que, no conhecimento desta graça, podem viver no mundo sem para ele se perderem, e para os quais, no discipulado de Cristo, a pátria celestial é uma certeza tal que estão verdadeiramente livres para a vida nesse mundo! Felizes aqueles que para os quais o discipulado de Cristo nada mais é senão a vida baseada na graça, e para os quais a graça nada mais é senão o discipulado! Felizes aqueles que, neste sentido, se tornaram cristãos para os quais a mensagem da graça foi misericórdia!”

Dietrich Bonhoeffer em Discipulado – Ed. Sinodal

A Chris e a Georgia me incentivaram a indicar livros considerados relevantes para orientar suas leituras. Estou preparando essa lista e devo publicá-la aqui na Gruta, breve. Sem dúvida, esse livro do Bonhoeffer fará parte dela.

20 thoughts on “O discípulo e a Graça

  1. Sabe, Lou

    Conforme ia lendo este precioso texto, e sentindo a mensagem tão profunda , na beleza simples destas palavras, eu ia pensando: Mas que bem escreve o Lou!

    Só mesmo quando cheguei á última palavra, é que me apercebi que este texto era do Bonhoeffer…

    Mas para mim… ele podia ter sido escrito pelo Lou.

    Um abraço
    Viviana

  2. Viviana

    Houve um tempo que Bonhoeffer saia de mim até quando eu espirrava. Agora a mistura ficou maior, mas continuo adepto das idéias desse mártir moderno e inspirador nas coisas do Mestre. Obrigado pelo elogio imerecido.

  3. O Discipulado (Nachfolge)… está aqui esfaqueado (como diria o Alysson) na minha frente para me lembrar que já vivi dias melhores. Mas ainda chegarei ao fim!

  4. Roger

    Qualquer hora dessas você se ouvirá dizendo: Mas quem é esse que até os ventos e tempestades se lhe obedecem?
    O Meu exemplar está mais com a cara de um espancado, mas estrunchado, igualmente.

  5. Me perdoe a brevidade, Lou; mas, o tempo é pouco e a curiosidade é muita. Portanto, me diga uma coisa, você também é de Sorocaba?

    Não são poucas as menções que você faz a cidade e, como eu sou sorocabano, isso me chamou a atenção.

    De qualquer forma, volto mais tarde para comentar o texto. Tenho lido alguma coisa do Dietrich Bonhoeffer.

    Abraço!

  6. Filipe

    Obrigado pela presença. Vivemos (minha família e eu) em Sorocaba há mais de nove anos. Viemos de São Paulo movidos por uma organização chamada Esquadrão Vida. Como diz a música, vão-se os anéis, ficam os dedos. O Esquadrão passou rápido e nos deixou aqui, sem eira e nem beira, para horror da cidade e seu povo.

  7. Realmente o discipulado é essencial em relação à Graça.

    Mt boa essa idéia! Vou gostar de saber o que vc tem lido… =)

    Abração Luiz
    fique na Graça

  8. V. Carlos

    Sou barriga fria. Independente da lista, revelo minhas principais leituras, constantemente. Os atuais são o Manning, Yancey, Chesterton, E. Peterson, Queiruga, Nouwen, etc… Os velhos são muito conhecidos e citados: Dostoievski, Tolstoy, Borges, A. Huxley, M. Cervantes (D. Quijote de La Mancha), Bonhoeffer, Barth, Berkouwer, Stott, C. S. Lewis, Tolkien, Camus, Erich Fromm (A Arte de Amar), H. Hesse (Sidarta), Machado de Assis, Ruben Alves, etc…
    Alguns blogs amigos mantém boas listas, também. Todo mundo tem suas excentricidades e eu tenho as minhas. Por exemplo: Lí tudo do Norman V. Peale e Emmet Fox.

  9. Lou

    Por falar em graça, acho que você precisa rever o funding da Gruta.

    Abrir o seu blog e dar de cara com uma banner vendendo as medalhas milagrosas da N S das Graças é o que há !

  10. Fábio Adiron
    Estou entre a cruz e a espada. Tirar o Adsense significa uma perda irreparável, pois ficarei a meio caminho do primeiro ganho fácil da Google (US$ 100) e manter, implica na presença da Nossa Senhora das Graças. Ainda se ela mandasse umas graças, mas não é o caso. Recebi uma proposta de patrocínio direto, de uma empresa de sapatos. Estou estudando, vamos ver. Pode ser que eu mande o Google catar coquinhos. Valeu!

  11. Sabe Lou, vejo que estamos vivendo tempos especiais, tempos onde Deus está revelando todo a sujeira oculta durante anos a fio e mostrando que a graça “vendida ” era falsa e barata, e ao mesmo tempo , revirando a cabeça e o coração de uma “grande minoria” e revelando qual a verdadeira e única graça, transformando a igreja em corpo e o corpo em corpo de Cristo… não sei qto tempo isso vai levar , não sei qtas cabeças mais irão rolar para que a vontade DELE seja estabelecida, mas sei que de “bijuteias e pastéis de vento” (como diria meu querido Manning) muitos vão se libertar.
    e viva a Graça que de graça nos é dada !!
    Abraços
    Alice

  12. Alê, Georgia e todo pessoal grutense

    Na época em que estudei o livro Celebração da Disciplina, em grupo, com direito a manual do líder e tudo, desenvolvi uma lista de livros a partir das sugestões do autor, muito boa por sinal. Com o tempo, sumiram o manual, a lista e o interesse. Hoje há mais livros bons, em português, disponíveis no mercado. Talvez seja o caso de iniciarmos uma lista comunitária e cada um acrescentar suas sugestões, sem restrições, ou melhor, livros dos meus desafetos não entram. Aqueles impertinentes, reis da prepotência e do menosprezo. Vocês sabem de quem estou falando, os mesmos de sempre.

  13. Eu sempre achei muito bacaninhas os anúncios do funding (nunca tinha usado essa palavra, gostei) da gruta. São um contraponto às coisas que o Lou fala, afinal, todo mundo precisa de uma segunda opinião, até mesmo os leitores da Gruta.

  14. Pingback: Lou Mello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *