A Gruta do Lou

O Deserto Necessário

deserto_e_passagem

Sobre o Deserto Necessário lembro de, certa vez, o Zenon Lotufo Jr. convocar-nos para uma reunião em um domingo pela manhã, na casa dele. O objetivo inicial era ouvir uma palestra sobre o Antigo Testamento, mas parece que um poder maior tinha outro plano, nos ensinar sobre o Deserto Necessário.

Compareceram várias pessoas e entre elas o Rev Cássio Martins, o Prof. Leonildo Silveira Campos, eu e as outras pessoas.

Antes da palestra, iniciou-se uma conversa informal entre os participantes sobre o deserto. O Rev Cássio mencionou uma passagem do Ruben Alves na Alemanha quando foi obrigado a fazer uma escala forçada naquele país e, por não ter um programa definido, entrou em uma Igreja vazia, sentou, meditou e sentiu uma incrível e silenciosa presença de Deus.

Alguém lembrou do livro O Deserto é Fértil de D. Helder Câmara, nessa linha. Notei que vários, ali, conheciam esse livro e isso me alegrou.

Então, me lembrei de um momento em que estava no corredor ao lado da UTI cardíaca, no Hospital São Paulo, onde o Thomas convalescia de uma das cirurgias e, de repente, me vi totalmente sozinho naquele espaço enorme, em um prédio antigo e sombrio. Comecei a sentir uma sensação de desamparo e solidão insuportável. Não choro fácil, mas lágrimas começaram a rolar de forma incontrolável e desejei morrer, ainda que por instante.

Não sei de onde, uma onda intensa de calor começou a subir das pontas dos meus pés até a extremidade de minha cabeça, então lembrei daquela ilustração do homem que olhava para trás, na areia do deserto e ora via as pegadas de dois homens e ora só via as pegadas de um homem. Dei-me conta de estar nos braços do Pai e, naquele deserto necessário, meu coração se encheu de amor ágape e de fé.

O Zenon finalizou o papo dizendo: Parece que a finalidade da reunião era outra. Mas, por razões obvias vamos à palestra. Foi muito boa, por sinal.

# posted by Lou @ 10:34 AM

Capricornio PB

1 thought on “O Deserto Necessário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *