A Gruta do Lou

O Bom Sorocabano

Sexta-feira, Junho 10, 2006

U ma vez, um teólogo da ortodoxia, resolveu por Jesus a prova, pois seus ensinamentos andavam meio liberais, e perguntou: Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna? Pacientemente, Ele respondeu com duas perguntas: O que está escrito na Bíblia? Como você a interpreta? Ele respondeu: “Devemos amar a Deus com todo o nosso coração, toda a nossa alma, com todas as nossas forças e com toda a nossa capacidade intelectual e devemos amar ao próximo como a nós mesmos. Jesus disse-lhe: Boa resposta. Faça isso e viverá. Não contente e querendo justificar-se, perguntou: Jesus, quem é o meu próximo? Jesus respondeu: Um homem cristão foi de São Paulo para Sorocaba com toda a sua família (mulher, três filhos, sendo um portador de doença rara gravíssima e congênita). As coisas não correram bem e os ladrões da vida, (Empregadores, Empresários, Pastores, Locadores de Imóveis, funcionários de supermercados, açougues, Cias. de luz, água, telefone, bancos, TV a cabo, provedores de Internet, etc.) tiraram-lhe o que tinha e o colocaram nas garras dos cobradores e da justiça do estado, deixando-o quase morto. Aconteceu viver na mesma cidade um pastor adepto da ortodoxia. Ao saber do estado desse “irmão” através de pessoas da igreja, avisou a secretária e a família para não atendê-lo em hipótese alguma e passou a evitá-lo a qualquer custo. Então, procuraram um conhecido pastor neo-pentecostal e relataram-lhe o fato. Igualmente, este passou a evitar o “irmão” caído. Aconteceu, passar pela cidade um homem sensível. Estava procurando pelo Fórum da cidade e topou com o “irmão” caído solicitando-lhe a informação desejada. Percebendo a tristeza do homem, perguntou sobre a causa do problema. Depois de ouvir um breve relato deu-lhe um abraço apertado e disse-lhe palavras de consolo. A seguir levou o homem à casa lotérica mais próxima e pagou-lhe todas as contas em atraso e fez depósito suficiente para os demais pagamentos e para uma boa compra de suprimentos. Entrou em contato com um advogado da cidade seu amigo e determinou-lhe que cuidasse do homem no sentido de conseguir-lhe fonte de renda digna assumindo todas as despesas decorrentes. Qual desses foi o próximo desse homem caído nas mãos dos assaltantes da vida? Aquele que teve misericórdia dele, respondeu o teólogo da ortodoxia. Jesus lhe disse: “Por que você não faz o mesmo?” PS: Esse texto é uma ficção e qualquer semelhança é mera coincidência.
# posted by Lou @ 2:42 PM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *