A Gruta do Lou

No nome do meu Deus

SoninhaTaliban (designação dela própria ou do dono de uma loja em Berlin)

Outro design? A insatisfação gera a busca. Não era esse o escolhido, mas ao subi-lo gostei do efeito. Espero opiniões sinceras ou não. Meus censores dirão. Aquele trem em que a Soninha embarcou serve para alguma coisa, descobrir novas alternativas para nossos blogs, já que só blogs de pessoas ligadas à mídia são indicados e votados. O melhor blog do mundo deveria receber o prêmio de melhor blog de mídia do mundo ou algo assim. O melhor blog entre os cristãos continua sendo A Bacia das Almas, apesar do distanciamento do amigo da Gruta.

Como todo mundo está perguntando, a saga do Coração Valente continua e, essa semana, os capítulos começam na quarta-feira, no INCOR, com um simples hemograma (que não é tão simples assim, pois lá eles só confiam nos exames feitos por eles) que dirá qual o passo seguinte.

Não sei se vocês sabem, mas quando Davi refugiou-se na Caverna (Gruta) de Adulão, acompanhado daquele exército formado pelos parias de ocasião (endividados, deprimidos, preteridos, desempregados, etc) a opinião pública caiu de pau p’ra cima dele. Pessoas chegadas vinham e diziam ao belo rei: Pô meu, você é rei ungido pelo profeta Samuel, a mulherada anda de quatro por você e Saul não pode nem ouvir falar em seu nome. Isso aqui não é lugar para você e, pior ainda, acompanhado desse bando de perdedores. Você devia habitar o palácio real, em companhia dos ricos e dos intelectuais, ladeado pelos mais nobres cidadãos, a elite de Israel. Cai fora daqui, xará.

Os adeptos da Teologia da Prosperidade, que encarna a declaração positiva, eram os mais veementes: essas declarações negativas serão a sua ruína! Andar com essa gente da baixa o levará direto à falência completa. Saul passará por cima de você. Declarações assaz positivas. Claro que o pessoal da reforma o execrava igualmente, afinal é só isso que eles sabem fazer. Diziam que sua postura grutense era, inegavelmente, neo-liberal. Os familiares de Davi eram o saco maior. Você fica expondo nossa vida para todo mundo, diziam.

Entre uma tocada de harpa e outra, Davi erguia a sobrancelha direita e com um leve sorriso pensava: não estou aqui em meu nome, mas no nome do meu Deus.

6 thoughts on “No nome do meu Deus

  1. Oi Lou !!… adorei sua visitinha !! hehehee

    Olha, ta lindo demais !! muito melhor que o outro !! tem mais vida e cores que chamam atenção e não cansam a vista ( fiz o teste e reli todos os seus posts)… ah !! o verde no título foi o que mais gostei !!
    Pronto, vc disse que posia dar opinião…rsrsrsrsss…. tb estou mudando o meu, mais triste talvez e não tão bem escrito com certeza absoluta!! mas em eterna mudança… logo logo tb quero a sua opinião.
    Beijos para todos aí e muitas bençãos e vitórias nessa semana ao valente coração !!!
    bjusssss

  2. Parabéns pelo texto! Escreves com grande facilidade o que estás a sentir.
    Imagino o que te vai na alma. E compreendo até a tua repugnancia por alguns fatos.
    Eu jamais daria uma penitencia a alguem.
    Uma linda semana e desejo sucesso com o Thomas.

  3. Oi Lou, a Caverna tá de roupa nova, adorei!!!
    Está o maior luxo, kkkkkkkkkkkkk

    Só nao gostei de uma coisa: Vou precisar colocar óculos para ler o comentário do pessoal por aqui,kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Você está convidado junto a todos os seus amigos ao lancamento do meu livro online e gratuito,kkkkkkkkk.

    Amanha libero o link lá na Saia Justa.

    Grande abraco

  4. Lou,

    O seu blogue-metamorfose (que tem template novo a cada semana) está acusando você de ser um desses indecisos que se juntariam em Adulão…

  5. Estou em silêncio mas o patrulhamento continua. Você chamou a Bacia de blog e chamou de cristão. Não sei o que é mais imperdoável.

    Gostei muito da template, mas isso foi ontem. Você prefere ser essa metamorfose ambulante, não pense que a gente não sabe disso.

  6. Paulo
    Estou realizando gestões em duas direções. Primeiro em busca do lugar certo para alterar o tamanho da fonte dos comentários (tentei no comentarios. php e no layout. css) e nada. Segundo, ainda pretendo testar o template do blog vencedor do premio melhor blog do ano e um outro do mesmo autor). Assim manterei a escrita de ser essa metamorfose ambulante ao invés daquela velha opinião formada sobre tudo.
    Sugestões serão muito bem vindas. Pense nisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *