A Gruta do Lou

No fim, a vida eterna

eternal-life

Capítulo III (do Decreto Eterno de Deus), nº 3. Por decreto de Deus, por manifestação de Sua glória, alguns homens e anjos são predestinados à vida eterna e outros são fadados à morte eterna.

Confissão de Westminster de 1647

Não cogito de forma alguma outra coisa que não seja ser predestinado à vida eterna. O resto que se dane.

8 thoughts on “No fim, a vida eterna

  1. Principalmente agora que todos vão sair a passeio e descanso nesse feriado de carnaval,e estou predestinada a ficar em casa,o resto que se dane mesmo…

    Bom, pelo menos você não poderá dizer que não é uma predestinada.

  2. Taí um assunto que jamais tirou ou tirará o meu sono. Deus não faria essa falseta comigo em hipótese alguma. Com tanto teólogo barbado pra carregar essa danação, o Papai não escolheria uma simples bete.

    Se eu fosse você, trataria de arrumar um bom disfarce. Não sei se adiantaria, mas você está correndo sério perigo. 🙂

  3. Sobre esse Decreto, deveria existir uma Medida Provisória:
    não aceitar outra condição,que não seja a predestinação à vida
    eterna…todos já foram salvos!!!

    Também prefro a idéia de todo mundo salvo.

  4. Repetindo:

    Uma dúvida: eternidade é o mesmo que imortalidade??

    A vida eterna, segundo seus adeptos, não excluí a morte. Todos deverão passar por ela e depois receberão outro corpo, etc. Sem esse requísito eu estaria fora. Ficar com o mesmo corpo de novo seria inaceitável Quero mais de 1:90 mts, olhos azuis, etc… 🙂

  5. Outro corpo, ainda bem né Lulão, de preferência sem a careca (pronto, me vinguei):):):):):):):):):):):):):):)

    Olha, embora seja suspeito para mencionar, a careca até pode dar um certo charme, em certas situações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *