A Gruta do Lou

Nepotismo

Então, aproximou-se do mestre a mãe com seus dois filhos e, prostrando-se, pediu:

O que você quer? Perguntou.
Ela respondeu: Declara que no teu Reino estes meus dois filhos se assentarão um a tua direita e outro a tua esquerda.
Disse-lhes o mestre: Vocês não sabem o que estão pedindo. Podem vocês beber o cálice que eu vou beber?
Podemos. Responderam os mancebos, ainda mais se tratando de beber um cálice, seja lá o que tenha dentro. De repente é um vinhozinho do porto…
O mestre chama um auxiliar e pergunta: Que aconteceu aqui?
O auxiliar sem entender, rebate: Não sei do que o senhor está falando.
O mestre, já demonstrando irritação explica: Eles não responderam certo. Deveriam ter respondido não à minha pergunta.
Ah! É isso. Disse o auxiliar e continuou: Também o senhor foi falar em beber o cálice… A isso eles jamais diriam não.
Continuou o mestre: Certamente vocês beberão do meu cálice; mas assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não me cabe conceder. Esses lugares pertencem àqueles para quem foram preparados por meu Pai.
A mãe então se retira dizendo aos filhos: Eu não disse? Ele não resolve nada. Temos que falar com o Pai dele, pois, é quem manda. Mas, antes vamos tomar uns cálices ali no botequim, pois, essa conversa despertou minha memória química.

4 thoughts on “Nepotismo

  1. Pingback: Lou Mello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *