Não formate sua HD

hd_pordentro

Sou radicalmente contra a formatação de HDs.

Você dirá: Lou, não se começa um texto pelo fim, ou melhor, evidenciando a sua conclusão.

Sim, sei disso. O método ideal é enunciar a proposição, fazer uma introdução robusta, daquelas capazes de acorrentar a vítima ao texto, então entrar com o corpo ou o assunto propriamente dito e, finalmente, matar a charada com seu Gran Finale ou seu exórdio, poslúdio, o que seja.

Entretanto, nesse caso, prefiro ir direto ao ponto: “HDs não devem ser formatadas”.

Poderia fazer agora uma longa exposição técnica sobre os malefícios causados nas HDs quando elas são formatadas. Mas isso seria chatíssimo de ler e também de escrever. Mesmo porque, esse blog não é nada adequado a esse tipo de explicação tecnológica. Mas para o perfil de leitores como você, interessado mais nas coisas espirituais em estilo meio avacalhado, como é o meu, para não dizer rebelde e irreverente, isso não acrescentaria quase nada.

Talvez você aprecie saber algo como: Há um limite para formatar sua HD e ele varia de HD para HD. Algumas suportam várias formatações e outras poucas ou mesmo uma ou duas.

A opção pela formatação se dá pelos piores motivos possíveis, geralmente: pressa, preguiça, picaretagem, etc. Dizem, não sei, serem, os formatadores compulsivos, ejaculadores precoces, todos. Quando eles terminam de gozar com sua formatação precipitada, sobram uma HD murcha e uma máquina insatisfeita, sem falar na importante redução da vida útil da HD.

Dizem, de forma muito suspeita, serem os pastores, em sua grande maioria, todos uns tremendos formatadores. Adoram formatar todas as suas ovelhas. Discipulado, ensino, paciência, longanimidade, solidariedade, generosidade e amor ao próximo não faz parte da cartilha desses caras.

Quando você está diante de uma HD com problemas, salvo os casos de hardware defeituoso, é preciso jeito. Primeiro uma boa inspeção investigativa das causas do (s) problema (s), até a obtenção de um diagnóstico seguro. Então, você começa o movimento em busca da eliminação deles, um a um. Isso pode ser um processo muito lento. Algumas HDs chegam ao gabinete pastoral, digo, oficina de micros, extremamente machucadas por dentro. O final do conserto só acontecerá quando o último problema for sanado.

Será sempre uma questão de jeito, amor ágape, carinho e dedicação. Como diz o Eugene Peterson, os formatadores são desnecessários.