A Gruta do Lou

Experiência Política em ensino modelo


Entre outras coisas, Vocacional era um sistema educacional completo. Foi encerrado pelo periodo militar e nunca mais retomado. Formava líderes.

Estudei lá entre 1963 e 1968. Em 1969, foi transformado em escola tradicional e o sistema vocacional, sepultado.

O texto

Vocacional dá exemplo
(artigo O Estado de São Paulo, outubro 1968)

A posse do novo governador, a constituição da Mesa, problemas relacionados com educação musical e outros assuntos internos deixaram de ser discutidos na ultima sessão da Assembléia Legislativa do Colégio Oswaldo Cruz, embora constasse da pauta, porque à ultima hora surgiu uma novidade: a sugestão de greve de solidariedade com os mestres na luta contra a portaria 31, que re-duz de 42 para 36 o numero de aulas sema-nais que podem ser dadas pro professores em estabelecimentos oficiais. Depois de muita discussão, conduzida pelo re-cém-empossado presidente da Mesa, o deputado-aluno Luiz Henrique Mello, o plenário resolveu transferir a tomada de posição para amanhã, às 10 horas, em sessão extraordiná-ria, ‘’para que todos tenham tempo de pensar se a greve é ou não justificada’. Coação é rejeitada de pronto Alunos do Colégio Aplicação, da.USP, já e greve, pretendiam coagir os deputados a segui-los, chegaram a sugerir que a deci-são deveria ser discutida por todos os alu-nos do Colégio Oswaldo Aranha, e não apenas pelos “deputados”. Enérgica, a deputada Beatriz: “ Quem é contra a greve deve dizer por que e quem é favor também, para que possamos votar. Mas a resolução deve ser nossa. Deve sair daqui, afinal somos os representantes eleitos de todas as classes…”

Convidados a sair

Imaginando que a sessão poderia até terminar em conflito, o presidente da Mesa pediu à turma do aplicação que abandonassem o plenário, fazendo a mesma solicitação aos alunos do Oswaldo Aranha que não são deputados. Permitida no plenário apenas a presença da imprensa, os trabalhos tiveram prosseguimento, algumas vezes até com debates violentos. Um deputado lembrou que até seria conveniente um entendimento de greve ou não? Ponha logo em votação sr. presiden-te” Ponderado, o deputado Carlos Afonso(63) Aparteou: “A greve vai prejudicar o ensino. Melhor será realizarmos uma concentração defronte a Câmera de Deputados de verdade. Mas uma concentração mons-tro, mas com uns 50 mil estudantes… Todo mundo caiu na gargalhada, comentando que o deputado Carlos Afonso é muito otimista. ‘ 50 mil estudantes”

O Medo

Uma deputada não riu muito, preferiu combater de imediato a idéia da concentração: “Não, não. A policia certamente interviria, iria dar bolo. Muita confusão. De repente, surgiu o prof Acorsi, que discretamente fora chamado pelo presi-dente da mesa. Apenas tomou conhecimento do que se estava passando, não deu sequer opinião. “ Fiquem tranqüilos, nobres colegas – disse o presidente – chamei o diretor apenas porque o pessoal da Aplicação continuava insistindo em perturbar nos-sos trabalhos. Mas, estejam certos que a Direção da Escola acatará qualquer decisão que tomarmos aqui…” O Manifesto Tentando conciliar, o deputado Martinho sugeriu o lançamento de um manifesto: “Acho a greve um meio muito errado. Vai paralisar tudo, por isso proponho a elaboração de uma manifesto esclarecendo nossa opinião. Vamos aos jornais, às estações de rádios e TV. Façamos o manifesto”. A idéia do deputado Martinho morreu logo, combatida por uma deputada de enormes óculos brancos, que acha que o negocio é ação, palavras já foram ditas e escritas muitas, e atoa…” Outra deputada, Neli, também se pronunciou favorável á ação e tudo voltou às antigas discussões. Finalmente, foi encerrada mais uma sessão da Assembléia de brinquedo que o Colégio Vocacional criou para dar aos seus alunos uma experiência política.

2 thoughts on “Experiência Política em ensino modelo

  1. Sr. Presidente da Mesa
    Data vênia proponho voto de congratulações pelo brilhantismo com que V. Excia. dirigiu os trabalhos de tão nobre Assembléia.
    Que saudade… hein!!!

  2. Todos os que tiveram esse privilégio sentem enorme saudades. No fim do ano passado, cerca de 600 ex-alunos, ex-professores e ex-funcionários lotaram uma casa de eventos em Moema, SP. Este ano, eles pretendem aumentar o número de participantes. Todos com o mesmo sentimento de terem vivenciado uma experiência inédita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *