Eu não era Abraão e o Incor não era a terra prometida

Longe disso!

Não farei aqui um relatório técnico ou cronológico de nossa aventura. Isso estará à disposição no site do Projeto Coração Valente, na aba Notícias.

O mais significativo dos momentos experimentados ontem no Incor, foi a conclusão da equipe de médicos (5) vasculares que examinou as pernas e pés do Thomas: Eles não acharam infecção alguma e nem sinal de tecido necrosado . Das duas uma: ou o diagnóstico de infecção nas duas pernas (Erisipela), feito em Sorocaba, foi equivocado ou serei obrigado a admitir a possibilidade de uma cura milagrosa durante a viagem.

Preciso tomar cuidado com vocês. Alguns são possuidores de dons e talentos espirituais poderosíssimos. Não saberia precisar a quem Deus ouviu. Imagino que todas as orações alcançaram o coração do Pai Celestial. Deixamos o INCOR (Thomas incluso), por volta das 21 horas com destino à Sorocaba, again.

Diria que a primeira batalha foi vencida. Ainda estamos distantes da vitória total, pois há muito a fazer. Trouxemos na bagagem uma lista grande de prescrições feitas pela equipe do INCOR. De algum jeito teremos que dar conta dela.

Não consigo encontrar palavras para os agradecimentos necessários. Além das manifestações de apoio via comentários, recebi outras por E-mail e minha cabeça encheu-se de brasas. Minha dívida com todos cresce e, pior, poderá aumentar.

Beijos estalados a todos

E A Gruta continua, apesar da Telefônica…