A Gruta do Lou

Chegou a hora de caminhar em direção Jerusalém


Jerusalém

Enquanto estava subindo para Jerusalém, Jesus chamou em particular os doze discípulos e lhes disse: Estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos chefes dos sacerdotes e aos mestres da lei. Mt. 20: 17 e 18a

O Senhor não rejeitou seu destino macabro. Suas razões não incluíram a necessidade de uma casa própria, um emprego ou constituir uma família. Não deu a desculpa que Jerusalém era violenta e poluída. Ele sabia para onde ir, a missão a ser cumprida na capital e não se deteve.

Há quase dez anos, viemos para Sorocaba movidos pelo convite de trabalho da organização Esquadrão Vida de Sorocaba. Além do trabalho para o Senhor, a cidade interiorana calma e sem poluição nos encantou. Sonhamos com a casa própria e um futuro tranquilo, ao lado dos filhos e netos. Depois desse tempo todo, nada disso se cumpriu a não ser a nossa missão cristã nessa terra. Nesse momento, algumas de nossas necessidades mais contundentes só podem ser resolvidas em São Paulo, a capital do estado.

Entretanto, os acessórios e periféricos de nossas vidas não são a verdadeira razão. Em meu intimo sei que há uma missão a cumprir e a etapa final de minha vida deve acontecer na capital. Não tenho a menor pretensão em me considerar alguém do quilate de nosso Senhor. Se há alguém a salvar, além de nós mesmos, a Deus pertence essa intenção. Mas sei que minha missão, caso a cumpra, será a favor dos desvalidos, sempre. Talvez nossas condições melhorem por lá e, pelo menos, consiga manter nossa independência financeira, ainda que seja na capacidade de sustentar nossas contas domésticas. Além disso, ir agora será estratégico em função do tratamento do Thomas, que não pode esperar mais.

Muitos são os arranjos a serem implementados para essa mudança. Não temos nada, nesse momento. Mas aprendi, ao longo da caminhada bíblica, o método “estou contigo por onde quer que andares” e estarei na expectativa de receber cada senha no tempo e local adequados.

Convoco a todos os grutenses a orar por esse projeto. Afinal, estando em São Paulo, sei que a Gruta será mais do que um blog (nunca uma igreja ou algo assim), os abraços e canecas de café tornar-se-ão freqüentes e reais, tenho certeza. Talvez até uma reuniãozinha com direito a narrativas do evangelho possam acontecer, isso vocês decidirão. Quem puder fazer mais do que orar, certifique-se de estar no centro da vontade de Deus e faça. Certamente o ministério das finanças celestiais contabilizará a seu favor.

Conto com todos nessa jornada.

[Chegou a hora de caminhar em direção Jerusalém]

לּהּמּ

13 thoughts on “Chegou a hora de caminhar em direção Jerusalém

  1. Lou,
    Discordo com o que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito à optar pelo que achas melhor para ti e tua família.
    Voltar a Sampa nunca foi alternativa ou opção para mim. Mas entendo tua intenção, louvo-a e concordo. Vá em paz, irmão.
    Sem precipitações, um pé de cada vez, vá em frente. Se eu puder ser útil, ficarei satisfeito em ajudá-lo.

  2. Rubinho

    Veja esse vídeo além de engraçado, ajudará a entender nosso dilema. Quando viemos para Sorocaba, o mar se abriu e ficamos indecisos. O mar fechou e nós ficamos no Egito. Não pense que nosso coração não está partido. Vamos consertar o do Thomas e depois os nossos.

    Agradeço seu carinho e preocupação. Sem dúvida, conto com você para dar continuidade no Coração Valente, em Sorocaba. Sem falar que a distância entre S. Paulo e esta cidade é pequena e estaremos sempre em contato por tudo isso.

    Abração

  3. Oi Lou !! pelo visto Deus está a trazer novos ventos para sua vida ! espero sinceramente que sejam todos felizes na terrinha da garoa. Aqui na “curva do rio” ( afinal Ubatuba é a última cidade do mapa sentido RJ)estamos orando por vc. Nesse momento estou acompanhada de alguns “anjos” que em questão tem vc e suas causas como suas prioridades. Saiba que aqui em Ubatuba vc tem um time de gente muito simples que ora por vc com fervor, portanto, sei que é Deus quem está soprando sobre sua vida.
    Te acompanhamos onde vc for.
    Um grande abraço a todos.
    Alice

  4. Alice

    Agradeço de coração. Sem dúvida, podemos sentir o apoio. Valeu! Abraços a todos aí na linda Ubatuba, do mar onde adquiri minha cicatriz para confirmar que um dia pratiquei surf. 🙂

  5. Lou, quando você estiver firmemente caminhando nesta direção, será que os samaritanos ao longo do caminho oferecerão abrigo em suas estalagens? É melhor você não fazer cara de quem está vindo pra São Paulo.

  6. Bete

    Ainda hoje, comentávamos sobre isso. Chegaremos de fininho e só depois de alojados abriremos nossas bocas. Ainda rolará muita águas sob esta ponte. Mas creio que sempre haverá uma gruta, nem que seja um lugar onde são guardados os animais, para nossa hospedagem. Na verdade, estou confiante em conseguir uma grutinha até melhor. Vamos ver.

  7. Amigo Lou,

    tenho lembrado do seu projeto e tenho alguns conhecidos cristãos da área médica aqui. No momento apropriado irei tocar no assunto com eles e trocar idéias.
    Quarta-feira farei uma entrevista para um trabalhinho de dois meses. Espero que caia algumas gotas na terra árida do minha carteira.
    Sem dúvida seu projeto de retorno a Sampa é menos complicado do que o meu de retorno ao Brasil. Mas ambos são complicados. Então estaremos aqui apoiando em oração. Não deixe de enviar-nos o novo endereço quando tudo estiver de acordo.
    Boa sorte,

    Roger

  8. Caro Lou!!!
    Será que finalmente trocaremos o café virtual pelo espresso real???
    Que seus planos possam ser bem sucedidos aqui nesta big metrópole cinzenta, mas com alguns jardins escondidos (como nas mesas da Confraria Ekklesial e da Zona da Reforma) para os quais já estás desde já convidado.
    Grande abraço (e seja bem-vindo)!!!

    Fábio

  9. Fábio

    Sem dúvida. Mesmo que, as coisas não aconteçam como estamos planejando (sempre é tempo de surgir um convite para ir aos Estados Unidos, Alemanhã ou Portugal com bolsa intergral por três anos) haverá a chance do expresso real e uma bicada no Zona da Reforma. Sorocaba é pertinho. Inclusive tem espresso aqui (não é dos piores) e onde gravar o programa. Buteco tem em todo lugar (com todo respeito ao Bar do Tom). Abração, igual p’ro cê.

  10. Pingback: Lou Mello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *