A Gruta do Lou

Céu ou inferno, no fim dá tudo no mesmo

Borges-e-Nobre-Pai-melhor Manoel de Nóbrega com Borges de Barros na Praça da Alegria

Porca miséria! Nem vou contar a miséria acontecida ontem e muito menos a que está anunciada para o fim de semana. Claro, Deus não nos desamparou e nem desamparará. O que me incomoda é o ritmo dele. O bumbo divino bate em outro compasso.

Um amigo me deu uma notícia ótima a respeito dele próprio. Fiquei com uma inveja maldita. Claro que desejo a felicidade dele, mas sinto uma bronca enorme de Deus por não me abençoar com algo parecido. Até para ser preterido tem limite. Mamamia! “Como diria o JT: Deus, olha eu aqui. Não, mais atrás, careca e barbudo”. Tô aqui há um tempão e quando a água se move, não tenho ninguém que me desça às águas.

Estava lendo em outro blog que a APV escreveu um post e, até agora há pouco, já tinha mais de seiscentos comentários (não vou colocar o link, para não aumentar ainda mais). Putz! Isso acabou comigo. Estava todo feliz com os quatorze de ontem. Fui até lá e comecei a ler. Sou mesmo uma anta. Não consegui chegar à segunda linha. Deus deve estar de brincadeira. Só pode ser. Se é que o pobre velhinho tem alguma coisa a ver com aquilo.

Pior será chegar ao céu e ouvir o anjo, todo solene, dizendo: “Como Boas Vindas, você é nosso convidado de honra para assistir o show do DT, desta noite. No final, você terá direito a um autografo da APV”. Certamente, pensarei que estou no inferno.

lousign

8 thoughts on “Céu ou inferno, no fim dá tudo no mesmo

  1. Tem sido tudo esquisito assim mesmo!!!
    Valorizam-se algo que não deve ser valorizado…
    E nós, que devíamos ser reconhecidos, vivemos na berlinda, do lado de fora do show da vida…
    Mas sempre seremos nós, os verdadeiros artistas…

  2. Eu devo estar alguns lugares atrás na fila dos que esperam pelas aguas se moverem. O pior realmente é ouvir quem vai saindo de lá, contar como foi legal! Não tem jeito, é inveja mesmo!

  3. A Dayse teve uma idéia dessa um dia desses, após ter lido muitos capítulos da Bíblia, mas foi demovida a idéia de sua mente por que na mesma noite em que chegou a conclusão de Deus e o Diabo eram a mesma pessoa e assim existia o santíssimo quarteto sonhou com um mini saci, uma cachinho dourados, o lobo e a vovózinha apareciam na sua frente como o metraton, gritando, falando esquisito. Nunca mais, depois do sonho, volto a dizer aquelas coisas. Mas é porca bruta a porca miséria.

Deixe uma resposta para Cris Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *