A Gruta do Lou

Blog em férias 1 – O Enígma

Como todos já sabem, estamos de férias. Claro que você deve imaginar que estamos de saída para Ilha Bela, onde passaríamos vinte dias no Hotel Joly, da família de minha colega de Vocacional Ana Maria Joly, incluindo o Natal e o a festa de ano novo, popularmente chamada de Reveilon.

Nada mais equivocado. Nossas férias serão muito mais divertidas e construtivas. Passaremos os próximos vinte dias solucionando enígmas, tais como o enigma Thomas, o enigma fonte de renda, o enigma contas, o enigma moradia ou o enigma transporte. Claro que há outros, tão importantes quanto. Funciona assim, se você soluciona um, logo te mandam outro.

Duro não são os enigmas, pior é a turma do “Confie em Deus”. Querem ensinar o Pai Nosso para o padre.

Tenho a impressão de que fui escolhido para ser o descobridor de alguma nova solução. Todos nós acreditamos que para obter recursos as soluções devem vir de algo parecido com um Departamento Celestial de Finanças (trabalho, investimentos, livre inciativa, etc..). Infelizmente, tenho uma má notícia: No céu não existe esse departamento. Essa informação me foi dada por fonte fidedigna: o Raniel (anjo protetor do Thomas), em uma de suas raras aparições, quando pedi a ele que intercedesse por mim junto ao responsável pela área. Ele ficou pensativo, por alguns instantes, então pediu para eu sentar e ficar calmo. A seguir, disse: Lou, no céu não há dinheiro e nada do que vocês conhecem como finanças. Lá, praticamos o ágape e essa era a idéia, quando o mundo foi criado, a ser adotada aqui também. Más vocês preferiram andar por conta própria e cada um por si. Fiquei sem chão. Tinha certeza que podia contar com o Dono do Universo para me arranjar uma boquinha em qualquer multinacional da filantropia. Por outro lado, entendi por que certas pessoas ocupam postos nessas organizações.

Começo a pensar que a solução para a maior parte desses enigmas tem a ver com o Natal. Durante muito tempo, achei que o Natal era uma espécie de aniversário de Jesus. Mas um professor ridículo da Faculdade de Teologia desfez anos de crença nessa bobagem, quando me informou que Jesus nasceu no verão, o que coloca seu nascimento lá para o mês de abril, mais ou menos. Dessa forma o Natal passou a ser um nada para mim. Santa Claus é que não é. Uma vez, assisti um filme com o Mickey Roney (um ator que já nasceu velho) em que seu personagem descobre um novo significado para o natal. Em suma, natal seria a propagação do espírito de natal através da frase: Feliz Natal! Ridículo né?

Sendo assim, a solução para os meus enigmas, e os seus, seria a propagação de algum espírito, quem sabe o amor (ágape) que é Deus em ação e a contradição radical do way of life do nosso mundinho miserável ou, como diria o Dr. Sedd, aiyon tos kosmos.

Mas acho que estou delirando, não leve isso muito a sério. Melhor você seguir em frente e não lembrar de minha nefasta existência. Sou apenas a sujeira a ser escondida sob o tapete. Afinal, Deus nunca olhará ali.

Não esqueça, estamos em férias, sem expediente, só plantão para os casos mais urgentes (seja lá o que isso signifique).

8 thoughts on “Blog em férias 1 – O Enígma

  1. Tô achando vc muito pessimista. Eu tb tô numa situação mais pra lá do que pra cá, mas preferi olhar pro lado azul do céu e deixar o lado cinzento às minhas costas.
    Esse lance dos enigmas, especialmente do enigma fonte de renda e do enigma contas… tá me arrancando os cabelos também!
    Bjo e bom dia!!!

  2. Eu pensei que o Raniel era o seu anjo protetor e nao do Thomas. Olha, que eu tenho uma memória boa…

    Natal em abril tb já ouvi isso; na verdade nunca saberemos ao certo. Mas nao importa a data nem o dia, o impoprtante sao outras coisas que sabemos bem.

    Grande abraco

  3. Sei, não. Não se fie muito nessa coisa de “Ele não vai olhar debaixo do tapete”. Minha mulher, por exemplo, olha.
    E se Ele olhar, é melhor estar preparado…

  4. Georgia

    Não há dúvida, o Raniel é o anjo protetor do Thomas. Depois colocarei o link do post que informa esse fato. O meu anjo protetor, que esteve comigo até meados de minha adolescência, foi re-designado para outra pessoa (um tal de Ed qualquer coisa), considerada mais importante que eu no frigir dos ovos e me puseram no SUA (Serviço Único de Anjos) que um cara chamado Adib inventou lá no céu. Mas é uma bagunça só, tem fila pra todo lado, falta anjos, asas e tudo. Na verdade, nunca mais procurei o SUA. Vira e mexe, tiro uma casquinha via Raniel, mesmo. Apesar dele ser o anjo mais exótico disponível.

  5. Curta suas férias…
    A gruta tem atrativos sem fim para quem quer passar o Natal “quebrado” e a virada do ano dormindo com os mosquitos te “comendo”…

    Abraçosss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *