A Gruta do Lou

As seis peculiaridades do profeta

onibus.jpg
O inimigo
A Georgia me passou um Meme que consiste em escrever 6 coisas peculiares (próprias, privadas, características) a meu respeito.

Entao vamos lá:

1) Todos os dias tomo cafézinho na cama trazido por minha esposa, acompanhado de um comprimido (coisa de velhinhos), do Chiquinho (Calopsita) e da Duda, nossa cadela Pastor Alemão.

2) Não saio de casa sem um livro. Em qualquer lugar, onde houver uma brecha eu tiro ele da mochila (tempos dificeis) e mando ver.

3) Detesto ser acordado por qualquer barulho mais drástico, despertador incluso. Mas o mundo conspira contra mim.

4) Como bom rebelde, prefiro começar ao meio dia e terminar à meia noite. Claro que não consigo.

5) Além de ler, gosto de filmes. Sofro quando não posso consumi-los, acompanhados de uma boa garrafa de vinho cabernet ou merlot. O que tem sido a regra, ultimamente.

6) Sem carro, sou obrigado a andar de ônibus. Sinto-me como um ser de outro planeta dentro desses monstros infestados de bactérias e conversas insuportáveis. O pior é ser esbarrado pelos companheiros do Lula, isso quando eles não dão uma tossidinha ou um espirro básico na minha nuca.

Acho que todos os leitores estão convidados a responder esse Meme. Como sugestão, indico ao Rubinho, a Vilma, ao Wander, a Alê e a Chris. Se a Beth estiver online com seu novo Computador, também. Mas, todos que responderem, me avisem por favor, que quero ver.

3 thoughts on “As seis peculiaridades do profeta

  1. Bem Lou,

    To de volta em casa e nas rotinas…

    Tá respondido o desafio…

    Como arrumei um emprego, e não sou bom em administrar meu tempo, como bom grutense, quase nem tenho rabiscado…

    Bom carnaval, aproveite pra dormir, ou quem sabe levar a Duda pra correr atrás de uns sorocabanos fantasiados…hehehe

    abraçosssss

  2. Presente. Sou idêntica a você nos ítens 5 e 6. Tenho tanto asco por ônibus, que ando com um vidrinho de álcool na bolsa, todos devem me achar uma doida. Também carrego luvas descartáveis para pegar aquelas nojentas cestinhas de supermercado. Corrimão de escada rolante de metrô nem pensar. Quanto a livros, até os meus 40 anos fui leitora compulsiva, mas infelizmente hoje, o meu grau de ansiedade, e a mínha alta velocidade de leitura não deixam, coisas de bipolar.
    Agora, falando de você, eu acrescentaria um ítem: O Lou (imagino eu) não consegue passar por um ambiente sem deixar uma piada pra trás. Acertei?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *