A Gruta do Lou

A festa se aproxima


Já coloquei a champagne no freezer. Como todo bom grutense, estou em contagem regressiva. Às quatro horas P.M. (horário do fechamento bancário) começa a grande comemoração. Enfim, estaremos livres, por dois longos dias, dos verdugos.

Irei à Igreja, no domingo para tentar manipular a opinião do Todo Poderoso, lá em cima. Quem sabe, na semana que vem, sai um milagrezinho cá p´ra nóis. Ir a Igreja, dar oferta, orar, cantar de olho fechado, dar aleleuias, ouvir o sermão sem nexo e dar amém; não custa tentar. Vai que eu esteja errado e o Malafaya certo.

postado por Lou H. Mello às

5 thoughts on “A festa se aproxima

  1. Tinoca Laroca disse…

    Ninguém manipula Deus…
    Muito menos os maltrapilhos…
    Deus responde: “Vem e contende Comigo, entra e coloca as tuas razões”
    Isto está escrito, não sou eu que o digo.
    A ida à igreja não é manipulação para todas as pessoas.
    Existe uma agressividade nos seus textos, que confesso não consigo entender.
    Se a Gruta é para os maltrapilhos, porque existe acusação regularmente nos textos?
    Existe gente boa e gente má.
    E não podemos fazer o Papel de Deus.
    Não o estou a julgar ou a condenar.
    Porque também tenho momentos de sofrimento, de dor, em que coloco tudo no mesmo saco.
    Só que tendemos a ter dois pesos e duas medidas…
    Ora somos maltrapilhos, ora somos os piores do mundo, ora basta a graça, ora precisamos de fazer algo pelos outros, de ser generosos (obras)…
    Estamos muito aquém…
    Porque Deus é Intemporal, e, a Sua Loucura é mais Sábia que toda a Sabedoria humana.
    coloquei-me dentro do mesmo saco que o personagem Lou.
    Ambos actores da vida real (?).
    Já agora… alguém me ensinou que deve-se mais valorizar a pessoa que erra do que o erro da pessoa…
    Talvez…
    valha a pena meditar nisso.
    Para finalizar: tenho um conhecido que está morrendo com 40 anos numa cama de hospital. Hoje vomitou fezes.
    Ir à igreja e manipular Deus???
    É muito forte.
    Existe horas em que sinto que vomito fezes também.
    Quando julgo mais e amo menos.
    Tenho pensado muito no que dou valor.
    E tenho que aprender a valorizar mais as pessoas e menos os seus erros.
    Quantas coisas ficam por dizer?
    God Bless you.
    T.
    ps: apesar de nem sempre comentar, eu visito e leio. Logo o Lou não está só no seu blog. e mais importante do que gfente lendo e se cutucando, é Deus. Ele está semrpe presente na sua vida.

    2:21 PM

  2. Lou disse…

    Tinoca

    Não desejo rebater sua crítica. Ela é parcial. Você deve ter lido o texto rapidamente e isso está claro em suas palavras.

    Eu não estou propondo ir a Igreja para manipular a Deus, muito ao contrário estou condenando essa atitude e em mim, não nas outras pessoas.

    Julgo a mim mesmo, sim. Reprovo a minha hipocrisia, a minha canalhice e aceito minha mais completa incapacidade diante da vida.

    Não sou um maltrapilho em tempo parcial. Sou em tempo integral. Nunca falo pelos outros. Falo sempre a meu respeito.

    Entendo que muitas pessoas se indentificam com minhas dores e veem a si próprias através de minhas palavras. Mas, não respondo por ninguém e não desejo ofender ou agredir. Aliás, sinto-me muito fraco para tanto.

    Me proponho a denunciar quando o malandro for notório, mas, ciente que Deus poderá perdoá-lo e, a mim, só restar aceitá-lo como Ele o fez.

    Gosto de você, de sua presença importante e entendo sua preocupação e receios. Pode ficar em paz, pois, nem eram palavras muito sérias. Só a alegria de sextas-feiras à tardinha.

    6:31 PM

  3. hernan disse…

    Ninguém sentiu minha ausência, mas estou por aqui.
    Eu cansei de manipular Deus através das igrejas. Descobri uma forma mais eficaz que não vou contar.

    12:36 AM

  4. Lou disse…

    Hernan

    Sua ausência foi notada e muito. Como você enviou e-mail dando conta dos motivos, fiquei tranquilo.

    Minha preferência é por sua presença e comentários constantes. Precisamos promover seu gerente de rede para a filial de Bagdá.

    1:18 PM

  5. hernan disse…

    Rapaz, o problema não é o gerente, é a instituição. A buracracia é tão eficaz, como constatou Weber, que o sistema independe desta ou daquela pessoa pra funcionar. O bloqueio foi feito nos computadores centrais da Empresa que controlam toda a rede no país.
    Só daqui de casa pra ver a Gruta…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *