A Gruta do Lou

A dança do Sábado

Quando chega o sábado, venho para o computador decidido a não acender velas para os defuntos sabatinos. Afinal são poucos e de qualidade duvidosa. Por favor, não se ofenda. Qualquer reclamação vá ao Brabo, pois foi ele quem me ensinou, se bem que, lá na Bacia das Almas você encontra o melhor, mas não pode participar. Na verdade a lição dele foi outra e eu a apliquei na questão do sábado. Segundo ele, só quem não tem muito o que fazer é que pode se dar ao luxo de estar no computador a qualquer hora. Então concluí que, aos sábados, só aparecem os solitários, os desprezados, os endividados, enfim, essa gente que ninguém convida para nada, ou se convida é treta. E não são esses os alvos da Gruta?

Antes da conclusão final, ainda abro o meu bloglines e dou uma olhada nos blogs mais badalados, afinal não sou de ferro, e é uma festa, com textos do Ruben Alves, do Gondim, do Brabo (em outros blogs), citações de Nietzsche, Vínicius de Moraes, Chico Buarque, Ivan Lins, Fernando Pessoa, Zen Budismo, a velha salada mista que meu pai adorava pedir, quando ia aos restaurantes, para dizer depois, assim eu agrado a todas as lombrigas.

Então eu abro o word 2007 (Parei com essas bobagens de office br, linux, etc. Meu negócio e´a boa e velha Microsoft), olho para a tela e caio na real, com aquela pergunta básica: Você vai enganar seus fieis irmãos e companheiros de sábado? Gente igual a você, traída, enganada e desprezada?

Assim, trato de abrir a alma e despejar o que estou sentindo, imaginando que é o mesmo que você está sentindo. Nós não somos trouxas. Queríamos estar a beira da piscina ou em Toque- Toque Pequeno com um copo de caipiroska na mão, a toa na vida e ouvir o nosso amor nos chamar para ver a moça passar, balançando as coisas do amor.

Mas Deus não quis assim, em nosso caso. Fomos chamados para ficar de plantão nos fins de semana. Alguém tem que vigiar enquanto os protagonistas descansam e se divertem. Hoje, você não acha protagonista em lugar nenhum. Nos hospitais só tem médico residente, na delegacia o sub delegado, no posto de gasolina o gerente. Gerentes são substitutos de donos, gente que pensa que manda, mas não manda. E na Igreja só co-pastor. Os pastores titulares só voltam da praia no domingo. Eles foram preparar o sermão, na praia, onde têm mais tranqüilidade . Também, com todas aquelas moças de biquíni, ou quase sem, quem não ficaria tranqüilo? Aí ele volta e prega sobre o pecado sexual, mesmo que o tema dele seja outro. Precisamos compreendê-lo, pois se trata de um ser humano, também.

Então é isso, o meu melhor para você, meu amigo e minha amiga dos sábados. Não desprezarei sua fidelidade com esses textos ridículos de Pessoa, Borges, Bonhoefer, Gondim, etc. Estarei aqui cumprindo meu plantão de segundo escalão ou se preferir de escritor Low profile, ou Lou Profile como aquele idiota do Tempora fez questão de troçar com toda a sua sensibilidade de elefante. Eu e você nascemos para isso, ainda que os motivadores tentem nos convencer que podemos mudar nossa sina. Não se iluda, já que tal não será possível.

Hoje é sábado, o nosso dia. Aproveitemos e dancemos nossa tragédia, porque depois morreremos.

4 thoughts on “A dança do Sábado

  1. Cai bem o poema do Vinicius “Porque hoje é sábado”.
    O título do post é bom. Hoje tem baile de formatura e pretendo requebrar os ossos com a patroa até o horário de verão acabar.
    Bom fim de semana pra vcs.

  2. Boa Rubens:

    “Hoje é sábado, amanhã e domingo
    A vida vem em ondas, como o mar
    Os bondes passam por cima dos trilhos
    E nosso Senhor Jesus Cristo morreu na cruz
    para nos salvar.

    Nesse momento todos os bares estão
    repletos de homens vazios
    Todos os namorados estão de mãos entrelaçadas
    Todos os maridos estão funcionando regularmente
    Porque hoje é sábado.”

    E por aí vai, o poema é realmente muito bom, recomendo aos otários de plantão (nós) a leitura dele completo.

    Realmente, hoje temos uma hora a mais. No meu caso, para não fazer nada com ela.

  3. Vocês são uns desmancha prazeres. Ninguém perceberia minhas trapaças… mas vocês estragaram tudo agora…. 🙁

  4. Hoje não é sábado,é domingo,mas estou aqui do mesmo jeito.Faço parte do sub grupo dos enganados,traídos e desprezados.Creio que não sejamos tão poucos,agora quanto à qualidade ser duvidosa…nós não somos trouxas,mas fazer o que?Estamos aqui de plantão!Pode crer que não é à toa.Obrigada Lou,de coração pela sua solidarização,porque hoje realmente não estou me sentindo bem.É bom saber que tem gente vivendo situação parecida com a sua,não que eu deseje isso,mas me faz não me sentir sozinha na caminhada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *