Quem está em crise?

2-clooney-crisis

Isso começou como uma postagem no Facebook e acabou crescendo. Por isso, resolvi trazer pra cá onde posso estender um pouco mais.

Continuo com minha humilde opinião de que o país (o nosso) não está em crise, mas o governo sim. O federal está em crise nos seus três poderes e há poucos governos estaduais e municipais que não estejam em crise.

A causa óbvia seria a corrupção generalizada, pois outra não há, tais como tsunamis, terremotos, furacões, vulcões em atividade, desabastecimento, etc. Se o país estivesse em crise, nem em sonho haveria uma Black Friday por aqui. Sai fora meu.

Esse fato deve estar estimulando os negócios paralelos, tanto das empresas (indústria, comercio e bancos) quanto das pessoas. Como exemplo veja o pessoal atravessando a fronteira com o Paraguai para abastecer seus autos, câmbio paralelo ou as imediações da 25 de marco em São Paulo.

Verifique que são os funcionários públicos (do governo) as maiores vítimas dessa crise governamental. brazil-crisis-corruption-temer-calheiros-juca-meirelles_evaristo_sa_afpOs governantes (100% políticos) não estão nem aí  e, nem por um segundo, imaginam cortar gastos onde eles podem se dar bem de alguma forma. A farra nessas esferas é monumental. Elas estão completamente inchadas de gente sem função, mas ganhando os tubos. Enquanto professores, médicos e policiais chupam os dedos e param de trabalhar para sair às ruas cobrando salários atrasados e outras perversões.

Também sou contra a aprovação do Teto (PEC 55). Na prática, o governo e seus militantes pretendem vir pra cima dos cidadãos e das empresas para salvar suas finanças. Prendam os ladrões, cortem seus gastos pra valer e com os impostos previstos será suficiente para arrumar a casa ou as casas governamentais, em muito menos tempo do que vocês sugerem. Um ano trabalhando com o breque de mão puxado será suficiente, salvo engano.

Enquanto isso, logo, logo, não estranharemos uma área de livre comércio (o tal mercado negro) sem participação de qualquer esfera governamental.

Agora, eu estou em crise. Penso que me sabotei a maior parte da vida e agora cheguei no bico do corvo sem eira e nem beira. Tudo bem que o divino não facilitou muito as coisas em minha caminhada, embora tenha me ventilado aqui e ali, às vezes. Mas repito, sou o único responsável por isso. Espero e gostaria muito de melhorar, antes de partir. Deus me ouça.

Nós brasileiros tendemos a procrastinar. Ficamos derrapando nessa lama idiota de esquerda contra direita e tentando aumentar a taxa de preconceitos que não nos levará a lugar nenhum. A solução passaria por alguma atitude corajosa e imediata, só que essa decisão também está nas mãos das raposas, por enquanto. Enquanto isso, esperamos que Deus levante um doido aí que faça o dever por nós e morra como herói para nós podermos criar mais um feriado. Cadê a droga do Davi? Alguém precisa derrubar o Golias por nós.

 

crisesEnfim, é isso. Né?

 

Feliz Black Friday pro cê!

 

lousign