A Gruta do Lou

Se não me engano…

Quarta-feira, Janeiro 04, 2006

vaca.jpg

Se não me engano, foi do Zenon que ouvi essa história pela primeira vez. Ela me lembra várias pessoas que conheci ao longo da vida. Eu mesmo, já estive preso à uma “vaquinha” em algum momento. O bom é, sempre, o maior inimigo do melhor e o segredo da vitória é o empenho, o trabalho ou como diria Calvino, ter a Bíblia em uma mão e a enchada na outra. Eis a história:

” Um sábio passeava na floresta com seus discípulos. Avistou uma casinha pobre aos pedaços, onde morava uma família, todos mal vestidos, sujos, magros e subnutridos. O sábio perguntou ao pai da família: ”Como vocês sobrevivem? Não vejo horta alguma. Não vejo plantação. Não vejo animais”
O pai respondeu: ”Nós temos uma vaquinha que nos dá alguns litros de leite por dia. Uma parte nós tomamos. Outra, trocamos na cidade vizinha por alimentos, roupas e, assim, vamos sobrevivendo…”
Resumindo a história, o sábio ordenou a um de seus discípulos que jogasse a vaquinha no precipício. Mesmo sem compreender a ordem, o discípulo a cumpriu…Algum tempo depois, o discípulo lembrou-se da família e do episódio da vaquinha e resolveu voltar àquela casinha e teve uma surpresa! No lugar da casinha havia uma bela casa, um pomar, cabeças de gado, um trator e a família toda bem vestida, saudável e feliz. Ao perguntar o que aconteceu, o pai da família respondeu: ”A gente tinha uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Sem a vaquinha, tivemos que nos virar e fazer outras coisas que nunca tínhamos feito. Começamos a plantar, criar animais, usar a nossa cabeça para sobreviver e daí vimos que éramos capazes de fazer coisas que nunca tínhamos imaginado e de conseguir outras que achávamos impossível porque nunca havíamos tentado fazer. Sem a vaquinha, nós fomos à luta, porque também só tínhamos uma alternativa: LUTAR PARA VENCER!”

A pergunta agora é: Tem alguma vaquinha travando minha vida?
# posted by Lou @ 9:50 AM

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

4 thoughts on “Se não me engano…

  1. Essa história é muito boa mesmo. Muitas vezes nos abraçamos em tábuas salvadoras, achando que sem elas morreremos afogados. E nem imaginamos que é justamente essa coisa que nos levará para o fundo.

    Costumo também contar a historinha do submarino inventado nos idos de 1930, pelos ingleses que seria o grande trunfo numa eventual guerra, pois tinha um super canhão no convés. E não é que essa arma pesadíssima desequilibrou o submarino, afundando-o e matando todos os seus tripulantes. Até hoje não inventaram nada semelhante – pra alegria dos marinheiros …
    # posted by Volney Faustini : 1/04/2006 12:23 PM

  2. Infelizmente para muitos a vaquinha não é real, palpável. Se assim fosse podíamos simplesmente lança-la para um precipício.

    Hoje as vacas são mentais, imaginárias, idéias, aquilo em que crêem ou simplesmente querem crer.

    Muito boa ilustração. Gostei 😉
    # posted by Tiago : 1/04/2006 1:47 PM

  3. Vaquinha é pouco!!! Eu tenho “matado um boi por dia”

    Talvez o seu sábado chegue e você entre no descanso, o dia em que conseguimos deixar todas as nossas dores nas mãos do Pai e seguimos em frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.