Quando os homens negligenciam, até as pedras clamam…

pedras-clamam
Pedras Clamantes

 

Desde de onde consigo lembrar, sou cristão. Não o sou por fazer parte ou não de alguma igreja institucional. Já frequentei e também fui membro de algumas. Na infância e adolescência fiz parte da Igreja católica (batizado, crismado, primeira comunhão) e frequentava a Igreja do nosso bairro.

Lá pelos meus 25 anos, me converti ao protestantismo (batizado) e passei a frequentar uma igreja pentecostal independente. Lá eu casei e apresentei meus filhos a Deus.

Então mudei para uma igreja batista, estudei teologia na faculdade batista, até pastoreei algumas congregações e dei aulas de teologia em vários seminários.

Com o tempo, fui me afastando das igrejas, mas não da devoção cristã. O falecimento de nosso filho mais novo (2013) me fez refletir muito sobre minha fé e a igreja.

Antes disso (2005), comecei a escrever esse blog e, aos poucos, fui percebendo que, ao mesmo tempo em que dava informações aos leitores, as recebia diretamente da fonte, ou como digo a mim mesmo, das pedras, sem igreja, pastor, profeta ou seja lá outro meio.

Nada contra a Igreja ou aos pastores e profetas, creio que tenho vários amigos pastores, ainda. Apenas houve algumas mudanças em minha relação com Deus. Me acho fazendo parte da tal igreja universal, da qual todos os verdadeiros cristãos fazem parte. Não é uma instituição, mas a reunião de todos aqueles que creem.

Gosto de incentivar as pessoas a buscarem a Deus. Uso a receita de Jesus: “entra em teu quarto, feche a porta e ore a Deus. Teu pai que te vê em secreto te recompensará”.

Mas, muitas vezes, recebo mensagens em outras situações. Uma muito frequente, é receber mensagens trazidas por um filme, um livro ou uma música. Uma pessoa pode me ligar e me dar uma mensagem ou mesmo uma postagem no Facebook pode ser uma mensagem de Deus para mim. Pode ser também um sonho, uma visão ou um pensamento. Não há fórmulas definitivas. Eu as reconheço quando elas chegam.

Sim, são pedras, mas é como nos ensinou nosso irmão mais velho através do evangelista Lucas: “Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.”
Lucas 19:40

lousign

Share this:
Share this page via EmailShare this page via Stumble UponShare this page via Digg thisShare this page via FacebookShare this page via Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.