A Gruta do Lou

Pastor Vizinho


“A verdade é a essência da tua palavra e todas as tuas justas ordenanças são eternas“. Salmo 119:160

Pastor Vizinho é o mensageiro de Deus que me visita todos os domingos. Ele já me disse o nome dele, mas é complicado e ainda não fui capaz de compreender toda a sua essência.

Costumamos conversar, isto é, quando resolvo atendê-lo, o que é raro, a uns dez metros de distância, um do outro. Ele do portão para fora, sob o calor intenso do sol de Sorocaba, na companhia de seu companheiro denominado por mim de Sancho Mudo e eu da porta da sala, com apenas meio corpo para fora.

Hoje ele me deixou o versículo acima. Essa versão é a da minha Bíblia, um exemplar da Nova Versão Internacional da Editora Vida, que me foi presenteado por mim mesmo e contem uma dedicatória manuscrita, por ninguém menos, que o amado mestre Dr. Russell Phillip Shedd, coordenador da comissão de tradução dessa versão. Na versão do Pastor Vizinho o texto está um pouco invertido, mais ou menos assim: A essência da tua palavra é a verdade… Pode não parecer muito importante, mas depois da explicação do Pastor Vizinho, a diferença ficou evidente. Durante dez minutos ele discorreu sobre a essência das coisas, tais como água das minhas torneiras, etc. Em nenhum momento ele mencionou a verdade, algo considerado pelo salmista tolo (segundo Vizinho, um tal de Ezequias) necessário de ser mencionado a Deus, provavelmente porque o Magnânimo costuma duvidar da própria palavra. A não ser que a palavra não seja dele.

Resolvi, então, colocar o Pastor Vizinho na WEB. Claro que isso veio com o amadurecimento da questão. Em um primeiro momento, senti o usual desprezo pelo Pastor Vizinho, esse chato de galochas que enche o saco todos os domingos pela manhã. Antes de desligar a campainha, ele costumava me acordar ou me incomodar em momentos muito impróprios. Sabe como são os domingos de manhã, etc. e tal, né? Mas veio a fase seguinte, quando o adulto interior fala mais alto e, ao invés de condenar o cara por não saber da revolução cibernética e continuar a viver como se estivesse nos primórdios das eras, resolvi fazer o trabalho por ele.

É isso. Essa é a mensagem de hoje para todos vocês, malandros que não foram à igreja sob as mais esfarrapadas desculpas. Deus supriu via Pastor Vizinho e de um deslize de minha parte, ao sentir a droga da compaixão de novo. Ninguém é perfeito, afinal.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

10 thoughts on “Pastor Vizinho

  1. Lou…não entendi não…

    Como diria Freud, às vezes um charuto é só um charuto, ou seja, Pastor Vizinho é um desses “irmãos itinerantes” que todos os domingos importuna as pessoas na tranqüilidade de seus lares com a não menos inoportuna mensagem bíblica, segundo a interpretação que ele faz do livro sagrado. O nome dele, não consegui entender, mas entendi que ele se considera meu vizinho, embora eu nunca o tenha visto pelo bairro. Deve ter mudado recentemente. Ele mentiu (de novo) ao me dizer que era um pastor sem bandeira. Embora eu tenha dito a ele que tenho mais de vinte bíblias em casa, que fiz teologia e pastoreei algumas vezes, ele me tratou como um completo obtuso em termos bíblicos e ainda me citou um versículo do salmo 119 onde, paradoxalmente, lemos que a verdade é a essência da palavra. Nossa, como é chato explicar a piada. Mas era só isso, entendeu né? 🙂

  2. Seguinte, eu como a Bete acima, não sei se entendi o que o sr. escreveu. Acho que não entendi nada.
    Por acaso esse Pastor Vizinho seria Jesus?
    Credo, Lou essa foi ruim ,heim?
    Explica pra nóis por favor…ou nóis tá muito nerd ou você bateu a cabeça. rsssss

    Como expliquei para a Bete, nesse caso não há nada de mais, é o que está escrito mesmo, sem ironias ou mensagens subliminares. O cara é um zero a esquerda, mais chato que o Lula e mais pegajoso do que Chaves (venezuelano). Se você for crente (ou testemunha de Jeová ou mormon) um dia, não caia nessa cilada de sair pelas ruas do bairro batendo de porta em porta para deixar um versículo. 🙂

  3. Acho que esse Pastor foi o mesmo que passou aqui em casa…
    ele não mencionou nada sobre Sorocaba, mas estava com
    muita pressa…

    PUTZ! Essa foi ruim mesmo. Ninguém entendeu. Preciso melhorar muito. Ave!

  4. Esse pastor vizinho é mormon ou testemunha de jeová???

    Talvez judeu, ou o silas malafaia no seu programa dominical matinal..rs

    Abraços Lou

    Ainda bem que você existe. Pensei que ninguém tivesse captado a mensagem. Estava recolhendo o material e me preparando para sumir quando seu comentário chegou. Você salvou o blog, hoje. Obrigado.

  5. Lou, claro que passou pela minha casa!!! Pode não ser o mesmo
    pastor,mas é incrível a quantidade de gente que tem aparecido
    aqui querendo me salvar… devo ser um caso perdido.

    Lembra que Jesus alertou para tomar cuidado com os falsos profetas? Esses caras querem roubar tua salvação. Te cuida!

  6. Pois é, e eu que pensava que era a única que tinha esse problema de entender os seus textos por viver aqui fora e nao está sabendo de nada que rola por ai…entao eu continuo sem entender mesmo…

    Boa semana

    Xiii… estou frustrado. Me via como uma espécie de Dostoievski brasuca ou algo assim. Vocês acabaram o pouco que restava do meu ego. 🙁

  7. Será que o Wander entendeu? Ou foi depois de sua explicações para nós que ele respondeu?Sem,claro, subestimá-lo.Pois a coisa tava preta pelo menos para mim. Se ele respondeu antes,ufa! salvou mesmo seu Post.

    Ele respondeu antes. Na verdade, não salvou apenas o post, salvou o blog e, sobretudo, o autor. 🙂

  8. Olá… Te vi linkado no De ponta cabeça, da Chris. E preciso lhe dizer duas coisas: primeiro – eu entendi o post, sim! Segundo – esse post me despertou um sentimento pouco cristão: inveja! Como assim vc tem uma bíblia com uma dedcatória do Shedd????????

    Abços!

    Tá vendo? O pessoal passa batido no que mais importa. O brother chatonildo não tinha a menor importância, no contexto. Importante era meu grande momento ao ter minha bíblia autografada, por ninguém menos, do que o Dr. Russell P. Shedd e que me faz lembrar dias melhores do que os atuais. Ele foi meu professor vários anos e sempre me tratou com diferenciada cortesia. Obrigado por ter entendido e notado.

  9. Hi, hi,hi, a amiga Leticia realmente entendeu o post, que era pra dizer isso mesmo, da biblia com dedicatória do Shedd.

    Quando o astral do Lou tá baixo ele evoca esses seus grandes momentos, coisa que eu faço o tempo todo no meu blogue, ajuda pacas.

    Você precisa parar de me entregar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.