Teatro, templo e mercado

teatro-templo-e-mercadoFoto: Aderi Costa

O livro Teatro, Templo e Mercado é um brilhante trabalho realizado pelo professor Leonildo Silveira Campos que tive o prazer de conhecer lá na casa do Zenon e depois no meu quase ingresso para o mestrado na Faculdade Metodista, não fosse aquela diar…dor de barriga surgir bem no dia da minha entrevista com o falecido grande teólogo Antonio Gouvêa de Mendonça. Foi bom também, pelo menos não preciso ficar exibindo nenhum título para conseguir o respeito da galera desavisada.
Parece que o Leonildo já fez algumas atualizações nesse seu trabalho, tese de doutorado dele que virou livro*. Versa sobre a Igreja Universal do Reino de Deus, a vencedora IURD. Quem lê esse livro torna-se expert no assunto. Se eu abrisse uma igreja hoje, estaria muito melhor preparado depois dessa leitura, absurdamente esclarecedora.
No Teatro

Também eu, sinto-me no palco de um grande teatro, hoje especialmente, quando estou sob risco iminente de perder objetos aos quais me escravizei e tornei-me dependente. Bobagens como o plano de saúde do Thomas, por exemplo. Ando pelo palco para lá e para cá. Meu script terminou faz tempo, não tenho falas ou função na peça. Olho para o diretor, mas ele está voltado para os protagonistas e não chega a me olhar sequer. Se eu quiser que ele me veja, tenho que agredir os protagonistas. Mas tenho medo que ele me mande sair do palco.

No Templo

O templo ficou do jeito que Jesus gosta. Todo mundo vendendo de tudo. Pombas, morcegos, Avon, livros, água benta, Natura, penduricalhos santos ou não, DVDs, Yakult, CDs, pizza, sorvete, acampamentos, retiros e até bíblias. As pregações e os sermões têm toda uma preocupação mercadológica. Bom era o tempo em que, embora visse e ouvisse tudo isso, não discernia e achava tudo bonito, cheio de Deus. Até pagar a conta da cantina entendia-se como milagre. O culto virou uma grande feira de produtos e vaidades. Mostre-me um templo, onde está a casa de oração, sem comércio, sem indústria , sem comidas, sem cantorzinhos ridículos ou bandas rastejantes e no dia seguinte rumarei para lá.

O Mercado

Em torno da igreja formou-se todo um mercado que gera milhares de empregos, hoje. O mesmo fenômeno que já havia ocorrido com a educação, a saúde e até com as prisões. A Igreja transformou-se em uma das melhores consumidoras do mercado. Vendem de tudo para as igrejas: computadores, multimídias, aparelhagem de som, instrumentos musicais, máquinas de café e refrigerantes, cozinhas industriais, macas, desfibriladores, camisinhas e Viagra. Dizem que é mal necessário. Quem sou eu para combater essas pirotecnias. Jesus foi muito imprudente e precipitado quando chutou essa turma do templo. Imagine quanta gente ele deixou desempregada, naquele dia. Se bem que os cães devem ter voltado ao vômito, rapidinho.

O Ator

Sabe, sou um grande covarde e canalha. Tenho medo de ganhar a vida como qualquer outro. Devia tampar meus ouvidos e fechar meus olhos. Afinal tenho família e minhas contas a pagar. Desde menino, sofri com isso. Não me passaram para trás, sempre deixei que todos fossem à minha frente, pois não queria ser como todos. Não gostava de mentir, roubar e outras travessurinhas que a turma adorava praticar. Algumas vezes acabei cedendo, mas me arrependi e voltei a ser eu mesmo. Pobre, esquecido, endividado, maltrapilho espiritual, mas cheio de orgulho. Só não sei para que serve isso.

Hoje eu trocaria meu orgulho por um pratinho de lentilhas no palco do templo desse mercado.

Só lhe Dei Glória.

* Teatro, Templo e Mercado – Leonildo Silveira Campos – Ed. Vozes/UMESP 1997

לּהּמּ

Author: Lou

12 thoughts on “Teatro, templo e mercado

  1. Oi Lou,

    nada como o fuso para nos deixar na frente da fila. Veja que não é uma questão de esperteza! Também sou do tipo que nunca lutei por esse tipo de coisas. Me destôo de você em sempre gostar de pular muros, esquecer a chave pelo prazer de abrir a porta por outros meios e claro roubar goiabas, abacates, mexiricas e tudo mais que o quintal do vizinho oferece por graça.

    Conclusão nunca teria chances no mercado. E por definição falta-nos também espaço no templo e palco embora sejamos bons artistas (trágico-cômicos).

    No mais saudações germânicas,

    Roger

  2. Lou, não gosto de ficar elogiando você pra não ficar enchendo a tua bola, e ainda por cima pagando pau de tiete. Mas cara! tu escreve gostoso demais, bem demais.

    Fazia tempo que eu não te alisava né? acho que foi essa musiquinha sonsa aí…

  3. Bete

    Essa musiquinha sonsa é a Tristeza do Jeca, mesmo. Foi colocada para quebrar a resistência daqueles que estavam evitando me elogiar. 🙂

  4. Volney

    Onde vende? Dá para comprar pela internet? Acho que é por isso que ele diz na propaganda: você ainda vai ter uma! 🙂

  5. Uia!!!! Eu sou a top dos comentaristas?!? kkkkkkkkk só na gruta mesmo que eu sou top em alguma coisa! Claro! kkkkkkkkkk acabo de ser eleita a campeã dos comentários pessimistas kkkkkkkkkkkkk. E o pior é que eu apareço duas vezes kkkkkkkkk

  6. Olá Lou,

    Sabe o que é que eu gostava mesmo!?

    Era que as Igrejas de Cristo, nos nossos dias,continuassem a ser como as primeiras de que temos conhecimento pelo relato Bìblico: Nas casas.

    Pequenos grupos reunidos em nome de Deus, cultuando e adorando nas casas.

    Sabe que tenho imensas saudades do tempo em que na casa dos meus pais, desde há mais de 40 anos e durante muitos, muitos anos… se faziam cultos públicos.

    A sala não era muito grande, mas colocavam~se bancos e cadeiras em toda a volta, e assim se reuniam lá entre 15 e 20 pessoas; umas vezes mais outras vezes menos.

    Passaram por lá muitos Pastores e Missionários, como por exemplo o Dr. Samuel Faircloth ( foi o que começou)um homem que consagrou a vida á “Plantação de Igrejas” e ao ensino Teológico. Hoje aos 82 anos… ainda é Professor num Seminário na Holanda.

    Ele virá a Portugal no próximo mês para levar a cabo vários encontros. Vou procurar não perder a oportunidade de o rever.

    Outro grande Homem que passou por lá, foi o Dr. Russel Sheed, que por sinal substituiu o Dr. Samuel quando ele teve que ir aos Estados Unidos. Eles eram da mesma Junta.

    Muitos outros passaram por lá, incluindo um Pastor natural de Cabo – Verde (Àfrica) que levava sempre um Acordeon para acompanhar os cânticos.
    Chegámos a ter Classe para crianças, onde se juntavam cerca de 20/25 crianças.

    Hoje, quando entro naquela casa, que está fechada a maior parte do tempo, e olho aquela mesma mesa, a mesma toalha de renda branca, a mesma jarra de flores, de vidro… a mesma Bìblia do Pai e o Hinário – Cantor Cristão -Tamanho pequenino, quando abro a porta e entro nessa sala, não há vez nenhuma que não me pareça ver, todos sentados á volta da sala, atentos ouvindo a Palavra, ou cantando os hinos alegremente.

    Seguro aquela Bíblia , toda marcada e grossa, de tanto ser manuseada, e abro o hinário de capa preta, e vejo os hinos , preferidos do pai e da mãe, com a ponta da folha dobrada… e nunca, nunca mesmo, deixo de me emocionar e sentir um tremor no peito…

    Desculpe toda esta longa conversa, mas quando falo disto, tenho sempre tanta coisa bela para recordar!

    Talvez por isso, eu gostaria mesmo muito que as igrejas se continuassem reunir assim, como dantes nas casas e com toda aquela simplicidade e alegria.

    Um abraço

    viviana

  7. Viviana

    Como diz a Bete, onde é que eu assino?
    A igreja não precisava nada mais do que você narrou.
    Dr. Russell Shedd foi meu professor de bíblia mais importante, pelo menos, em termos do tempo que eu passei aprendendo com ele. Não sei se faço bem em revelar esse segredo, mas…

  8. Gostaria de adquirir o livro teatro templo e mercado, como vcs poderiam me ajudar por favor?

    Teatro, Templo e Mercado – Leonildo Silveira Campos – Ed. Vozes/UMESP 1997
    Se eu fosse você, procuraria na Editora Vozes, pela edição mais recente e, em último caso, o prof. Leonildo na Universidade Metodista/Ciências da Religião em Rudge Ramos. Eles têm uma livraria legal lá e pode ser um passeio interessante, também..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *