A Gruta do Lou

Otimismo

É mais prudente mostrar-se pessimista: assim as desilusões são esquecidas e não temos de nos envergonhar diante dos homens. Por esta razão o otimismo é visto com desaprovação pelos prudentes.

Otimismo, entretanto, não é essencialmente uma opinião sobre a presente situação, mas apresenta uma força vital, uma energia da esperança , onde outros resignam, uma resistência de manter erguida a cabeça , quando tudo parece querer fracassar, uma força que jamais entrega o futuro ao adversário, mas o reclama para si.

Sem dúvida alguma existe um otimismo covarde, tolo que não pode colher aprovação de ninguém. O otimismo, entretanto, que equivale a uma vontade para o futuro, ninguém deverá menosprezar, mesmo que erre centenas de vezes.

Eis que é a saúde da vida, que o doente não deve contaminar. Homens consideram ser ímpio esperarmos um futuro terreno melhor e prepararmo-nos para tanto. Acreditam eles no caos, na desordem, na catástrofe como sentido dos acontecimentos presentes e assim se recolhem para a resignação e pia fuga ao mundo, escapando destarte à responsabilidade para com a continuação da vida, a reconstrução e as gerações por vir.

Pode ser que o Dia do Juizo seja amanhã, pois bem, então será de bom grado que desistamos do trabalho em favor de um futuro melhor, mas antes não.

Dietrich Bonhoeffer em Resistência e Submissão 

5 thoughts on “Otimismo

  1. Sempre sou otimista. Mas sempre com pé no chão. Ainda bem que fé é outra coisa.

    Quanto ao texto lá, sempre acho algum erro e não é que encontrei mais um.

    Amanhã visito com calma o espaço. Ufa, que semaninha!!!

  2. Pingback: Lou Mello
  3. Graças a Deus pelo otimismo sadio, do qual Bonhoeffer, nos fala. Pra mim representa esperança e fé. Ando meio deprimida, mas nem minha depressão tira esse otimismo, essa esperança de vida, mesmo que à minha volta tudo possa parecer morte…

    Se o contrário fosse, ou seja, se não houvesse uma parte sua deprimida, ainda assim não haveria motivo para perder a esperança e a fé. Certo?

  4. Certíssimo Lou,o que quero dizer é isso mesmo. A esperança e a fé do cristão nunca morrem, em momento algum, pelo menos para mim.

    O Dietrich sabia das coisas. Sou meio covardão e diante de certas circunstâncias fico logo pessimista, mas passa, depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *