A Gruta do Lou

Os desvios históricos da igreja, preteridos pela procrastinação e a obviedade.

O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. João 5:7

Por razões impublicáveis, comecei o dia com minhas orações e me lembrei do texto acima. Não sei por quê.

Estava pensando em escrever um texto bem consistente. Ao invés de fazê-lo nas primeiras horas do dia, ainda de madrugada, decidi esperar para escrever bem descansado. Queria construir algo bem legal. Separei livros do Nietzche (especialmente O Anticristo, Maldição do Cristianismo), Dostoieviski, Camus, Sartre, Kierkegaard, Hegel, Hume, Kant, Locke, Marx, Smith, Freud, Young, Agostinho, Lutero, Calvino, Fernando Pessoa e até Guimarães Rosa. Comecei a fazer pesquisas na Internet, liguei para o Khalil, via VOIP (dele), enfim um monte de coisas.

Acontece que ando tomando um medicamento para pressão alta e ele está me deixando meio mole. Até pedi à Dedé para não me deixar ir a cemitérios ou lojas de gravatas. Nunca se sabe o que esses medicamentos modernos podem fazer conosco, em um lugar desses. Assim decidi escrever qualquer coisa logo, antes que o dia acabe. Santo perfeccionismo.

Minha querência era escrever sobre os desvios de rota da Igreja Cristã que tanto mal causaram ao longo da história. Foi um negócio tão contundente que alimentou a Filosofia, todo esse tempo. Não sei como ela seria sem as artimanhas eclesiásticas, ao longo dos séculos.

Entretanto, ficarei devendo esse maravilhoso texto, mais um entre os que nunca escrevi. Talvez o tema ficasse melhor em um livro ou uma coleção. Às vezes eu derrapo feio, mesmo, não ligue. Ridícula essa pilha de livros aqui na minha frente. Pior será guardar todos eles, outra vez.

Daí, estou à beira do tanque, de novo, a espera de alguém que me ponha dentro da água quando ela é agitada. Claro que alguém me dirá: O Senhor Jesus já fez ou fará isso por você e eu pensarei: Nossa! Como é que eu não pensei nisso, antes? Ou direi: Você pensou isso sozinho ou teve ajuda de algum sábio?

Gostava de ver o Shedd, quando ele ficava escutando uma longa apologia seminarística e no fim dizia ao incauto: Mas isso é óbvio. Coitada da vítima. Devia ter levado uma semana para pensar toda aquela asneira, para depois levar uma dessa.

Só que o Shedd é um doido. Só não é grutense porque é norte americano e estudou no Wheaton College e lá em Edimburgo, naquela espelunca filosófica que os escoceses mantém por lá. Na verdade, o mundo é dos óbvios. Eles vencem tudo. Para ser um óbvio, o cara não pode ter QI acima de 60 ou nem precisa QI. Muito menos, inteligência emocional. O indivíduo óbvio não tem inteligência de tipo algum. É o tema do Forrest Gump. O idiota que vence em tudo.

Estou convencido que esse negócio de talentos é uma baita sacanagem. Quanto mais, pior. Agora entendi aquela parábola do Mestre. Quanto menos, melhor. Não que eu os tenha. Mas um pouco já é demais. Cáspite!

Essa gente não precisa de ajuda. Basta a água mexer e eles são os primeiros a entrar. Pudera, não pensam. Enquanto isso os talentosos ficam pensando, ponderando, pesquisando e perdem o bonde da história.

Tenho uns outros textos escritos, mas pretendo esperar um momento melhor para publicá-los. Tem um sobre a morte que está terrível. Melhor postá-lo entre vários posts positivos.

Desculpe. A culpa não foi minha (como sempre). É do remédio, dessa vez.

Capricornio PB

8 thoughts on “Os desvios históricos da igreja, preteridos pela procrastinação e a obviedade.

  1. Amigo Lou, vc me passou uma impressão estar grávido de idéias. Ruben alves, chamou de dor-de- idéia. Com respeito e estima, meu diagnóstico é mais ou menos algo parecido.

  2. Olha aqui Lou, estou te achando muito melancólico. Embora vc seja o dono dessa gruta, mas acho que vc entrou em uma outra gruta…se cuide. Os remédios sao assim mesmo, nos levam por um caminho que desconhecemos esses sentimentos.

    Abracos

  3. Saio lá do De Ponta Cabeça, uma dificuldade para chegar aqui na Gruta…ai que puxa!!! Rs…
    Melhoras, Louu cuide de sua saúde num todo, vc leu o meu post, né? rs…
    Brincadeira…e que Deus te restabeleça.
    Paz

  4. Lou
    ouvi dizer que esta passagem ia ser retirada das escrituras…
    quem disse foi um seminarista la do RJ…
    Segundo essa informação o anjo que tocava no tanque não passava de uma lenda judaica…
    só sei que atraves deste texto várias pessoas se tornaram cristãs…
    isso que importa, de fato…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *