Os corajosos solidários


Estamos buscando cem pessoas corajosas e dispostas a fazer o impossível.

Precisamos assumir um plano de saúde cujo custo anual será de R$ 3.600,00 (o valor correto seria R$ 4.320,00/ano). Lógicamente, cada uma dessas cem (seriam 10) pessoas arcaria com R$ 36,00 a cada mês.

Mas não estou convencido de que haja um contingente tão expressivo de pessoas com tal grau de liberalidade financeira.

Sendo assim, prestes a realizar um negócio, estou me comprometendo a doar o dízimo da renda bruta desse negócio para o pagamento desse plano.

Ainda não temos o plano do Thomas e sem isso o tratamento dele está parado. Nem os curativos diários estamos conseguindo manter como seria necessário. Agora surgiu uma sinusite. Felizmente, um dos parentes se encarregou dos antibióticos, caríssimos, por sinal. Mas estou decidido a assumir essa conta e não darei chances a Deus de não me abençoar agora. Com a questão de nosso filho equacionada, ficarei disponível para assumir mais uma parte do projeto.

Temos pela frente um universo imenso de meninos e meninas, de zero a trinta anos, todos cardiopatas congênitos que precisam de muita solidariedade, também. Queremos nos mover.

Se você for um desses corajosos que mencionei, faça sua contribuição de R$ 36,00, ou quanto desejar, clicando em “contribua” ao lado e não esqueça de me enviar um E-mail avisando de seu ato solidário. Estaremos orando por você.

Obrigado

Lou Mello

Por favor, veja o post seguinte que corrige este. Obrigado

Author: Lou Mello

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc.
Pessoalmente, não ligo muito para isso. Valorizo muito mais os meus mentores, tais como Dr. Russel P. Shedd, Dr. Zenon Lotufo Jr. e Dr. Dale W. Kietzman. Esse blog está repleto das coisas aprendidas ao longo de minha vida e isso fala por si só.
Meu espírito é missionário. Plagiando o Amir Klink, “Um homem precisa viajar… simplesmente ir ver por si mesmo”. Eu viajei bastante e ainda pretendo viajar. Quem sabe não serei portador de boas novas por aí, mais um pouco?
Atualmente, continuo acalentando o Projeto Corações Valentes, embora ele não tenha vingado ainda. Sinto falta do meu filho Thomas que, através de seu sofrimento, me deu essa ideia, antes de partir para a próxima dimensão.
Além de ter lecionado (Ef. Física e Teologia), ensino organizações não lucrativas cristãs a fazer amigos para ter sustento e, também, tento ajudar as pessoas a crescerem através da mudança comportamental. Sonho, ainda, treinar professores em prática de ensino, quem sabe…
A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de algo que sempre gostei muito de fazer, ou seja, escrever e me livrar dessa coisa interior que pressiona meu peito com potencial para me matar.
Também gosto música, literatura em geral, educação e astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *