A Gruta do Lou

O Remanescente

Quinta-feira, Junho 08, 2006

E toma discussão em cima de temas velhos que não envelhecem. Uns agarram-se à ortodoxia (sic) e muitos às outras opções espalhadas por aí. Algumas seitas salvam assim e assado, outras à sua maneira, seja lá o que for.

Mas observando as pessoas identificadas com os propósitos da Gruta (não tê-los, já pensei em denominar nosso estilo como de uma vida sem propósitos) percebi várias compatibilidades ou semelhanças. Pessoas calejadas pelas experiências eclesiásticas e carregando pesado fardo formado das observações e vivências não declaradas. De todas as manifestações saem os esgotados espiritualmente, mas, fiéis e teimosos em continuar ao lado do Senhor. Talvez, não à moda dessas ou daquelas propostas, mas livres de dogmas e buscando uma adoração transparente e sincera.

Paulo (o apóstolo) escreveu palavras riquíssimas em Romanos, Capítulo nove, a respeito: v22 “E se Deus, querendo mostrar a sua ira e tornar conhecido o seu poder, suportou com grande paciência os vasos de sua ira, preparados para a destruição? v23 Que dizer, se ele fez isto para tornar conhecidas as riquezas de sua glória aos vasos de sua misericórdia, que preparou de antemão para glória, v24 ou seja, a nós, a quem também chamou, não apenas dentre os judeus, mas também dentre os gentios?” E cita Isaias, no v25: “Embora o número dos Israelitas seja como a areia do mar, apenas o remanescente será salvo.”

Tenho visto várias manifestações alternativas pipocando, por ai: Igreja Emergente, Caminho da Graça, etc…Juntando a macacada pós moderna, vejo-a formada de pessoas sofridas, pecadores, seres humanos capazes de errar e levantar, de pedir ajuda e reconhecer sua insuficiência diante de Deus. Um verdadeiro Remanescente que mesmo diante da morte, não amaram as próprias vidas. Mais que vencedores.

# posted by Lou @ 11:20 AM

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.