A Gruta do Lou

O lugar do tesouro (ex a busca)

Edição Revista e Corrigida

As doutrinas favoráveis ou relacionadas ao dinheiro e às finanças ganharam terreno dentro da igreja. Prosperidade, propósitos e picaretagem, os três Ps do pentecostalismo neo que o digam. Bom lembrar o fato de não termos nada contra viver próspero e com bons propósitos. Nosso problema é com as doutrinas batizadas com esses nomes.

A razão desse fenômeno, se não me engano, é o sempre crescente número de pessoas em situação de aperto. Embora não se façam estatísticas sérias a respeito, sou capaz de jurar que a maior parte das pessoas que buscam a Igreja na esperança de encontrar algum alívio, seja de Deus ou dos homens, está falida ou em vias de falir. Daí as doutrinas, meu caro Watson.

De outro lado, Jesus de Nazaré nunca teve a mesma perspicácia ou quiçá, a mesma capacidade de nossos teólogos “new age” ou pós modernos, talvez por isso não confie em nada que começa com P. Para o Mestre Galileu, um discípulo deveria observar certas tolices sobre o tema: “Qualquer de vós que não renuncia a tudo que tem, não pode ser meu discípulo.” Isso é quase igual a dar um tiro no pé. Se o cara vem para a igreja sem nada, ficaremos todos duros, salvo engano.

Ao invés de mandar seus discípulos participarem de uma boa corrente ou comprar algum kit isso ou aquilo, ele dizia aos navegantes: “Vai, vende tudo o que tens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu. Então vem e segue-me.” Coisa estranha, Jesus não entendia nada de economia, seguramente. Onde já se viu uma infantilidade dessas? Devemos mandar os caras saírem e ganharem muito mais, pois quanto mais ganharem, mais a igreja ganhará, também.

Ele precisaria ter conhecido uns amigos meus, sujeitos incríveis, que resolveram construir igrejas com pessoas ricas, afinal eles poderiam dividir algo com os pobres depois de certo tempo, se bem que o tempo dos pobres nunca chegou, mas ninguém lembrou disso. Agora veja outra excentricidade do Filho do Homem: “É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.” Quem será que disse isso para Ele? Bobagem, as igrejas dos meus amigos estão cheias, e com a elite. Seguramente irão todos para o céu, só não sabemos para qual.

As doutrinas atuais ensinam o povo a poupar, investir e administrar seus tesouros, na casa do senhor, claro, enquanto o Senhor Jesus ensinava: ” Não ajunteis tesouros na terra… ajuntai tesouros nos céus… pois onde estiver o seu tesouro, aí estará também o vosso coração.” Era ou não era um Cristo sem espírito?

Ironias e brincadeiras à parte, se você veio à Caverna em busca de solução para seus problemas financeiros, chegou ao lugar certo. Entretanto, tenho a sensação que você não gostará do que temos a lhe oferecer. O cristianismo com Cristo entendia que o Reino de Deus só seria alcançado por quem estivesse disposto a remar contra a corrente. Ao invés de acumular riquezas, livrar-se delas compartilhando com quem não tem nada. Só assim poderíamos por fim às injustiças sociais. Não é pelo pré sal, nem correntes, doações milionárias na tal casa de deus, onde há deuses de carne e osso, submarinos atômicos ou programas de bolsa família ou fome zero.

Não se engane, a economia de Jesus Cristo é heterodoxa. Não foi calculada com HPs 12 C ou notebooks, ela nasceu no coração divino. Talvez você tenha mais sorte do que eu e possa aproveitar e fazer as mudanças necessárias, antes que seja tarde, tornando-se um autêntico discípulo de Cristo. Agora, sei o que deveria ter feito anos atrás, mas talvez seja tarde. Claro, sempre pode haver um milagre, mas eles andam meio raros ultimamente, especialmente na área das finanças. Imagino que sua busca não esperava tal resposta, mas ela está aí, há mais de dois mil anos, é pegar ou largar, ou dá ou desce.

7 thoughts on “O lugar do tesouro (ex a busca)

  1. Lou

    Funcionam mais ou menos como aquelas picaretagens de pirâmide…quem entra depois sempre se ferra

    Em qualquer pirâmide os que estão embaixo sustentam os de cima.
    OPS: Por favor, me desculpe, mas enquanto digitava meu texto, parte foi publicada aleatóriamente e sem que eu percebesse. O responsável foi enviado à guilhotina, sumariamente, claro.

  2. Não é só troca de dinheiro por bençãos…vende-se até área vip no ceu.

    Psiu! Fale baixo, tenho um amigo que pode escutar isso e por em prática.
    OPS: Por favor, me desculpe, mas enquanto digitava meu texto, parte foi publicada aleatóriamente e sem que eu percebesse. O responsável foi enviado à guilhotina, sumariamente, claro.

  3. A pirâmide é a alma do negócio evangélico.
    E por falar nos três Ps não podemos esquecer nunca que Pastor é umas das tantas famigeradas profissões com P como político, prefeito, professor, padre, pilantra, prostituta e vai aí uma lista enorme.

    Sem dúvida, deve pesar alguma maldição sobre essa letra. Um amigo pastor me relatou experiência em que o Luiz Sayão pregou durante trinta minutos só utilizando palavras iniciadas com P. Deve ser muito interessante ser pago para usar o tempo como bem entendermos.
    OPS: Por favor, me desculpe, mas enquanto digitava meu texto, parte foi publicada aleatóriamente e sem que eu percebesse. O responsável foi enviado à guilhotina, sumariamente, claro.

  4. A historia provou que o renome do Mestre tem sido inversamente proporcional à obediência ao que ele propôs. Quanto mais prestigiado Ele é, menos seguido pra valer.

    Será que isso estava previsto?

  5. A igreja que se diz cristã, está com a massa toda levedada pelo mau e velho fermento dos fariseus; os presbíteros (pastores) não são mais escolhidos por capacidade espiritual, mas por aptidões do mundo como: carisma, intelectualidade e liderança (autoridade); e os cristãos trocaram os ensinamentos do ES pelos cursos de teologia onde são avaliados pelos critérios de de academia; dons se transformaram em cargos, desenvolvimento espiritual se transformou em encarreiramento…
    A verdadeira igreja de Cristo nasceu marginal e vai continuar assim, até que Ele volte!

    Oba! Estou dentro.

  6. Ia deixar um comment sobre os comments… mas as generalizações me desanimaram

    Se você estiver falando sobre a informação de que, com mais dois comentários, o seu foi feito em cima de um texto parcial, de fato, usei uma daquelas respostas prontas destinadas a comentaristas que comentam textos inacabados e postados inadivertidamente. Pode ter sido alguma daquelas síndromes que sofremos quando passamos muito tempo expostos ao sol do deserto. Mas que o texto completo ficou com algum sentido, não há como negar… ou há?

  7. Os propagadores dos Ps, acham o Jesus dos evangelhos muito sem graça e louco, já que aconselhava a seus seguidores a não terem seus corações presos no dinheiro. Por isso resolveram dar uma turbinada no evangelho criando os Ps. O lamentável, é que muitos não se ligam na distorção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *