A Gruta do Lou

O Eu real

Dois posts no mesmo dia? Pois é, de repente achei melhor lembrar o pessoal (milhares) de algumas cositas.

A velha história, o cara que escreveu o post anterior (hoje, horas antes), esse horror blasfemo envolvendo gente de bem como Oséias, os calvinistas, pentecostais, cristãos da Àgua Branca, Nestor Pestana e Morumbi, etc., é um personagem todo pessimista que inventei para falar mal de uns desafetos que arranjei por essa vida.

Na verdade, sou quase o oposto disso. Antes de mais nada, sou um vencedor. Dizem que onde ponho a mão todas as coisas viram ouro. Se não sou tão rico como o Sr. Warren Buffet (esse nome dá uma sorte) ou Bill Gates, estou muito bem financeiramente (perdi uma graninha com a queda do valor de minhas ações, mas estou comprando como nunca, essa é a hora), vivendo em minha própria casa, com nossos carros do ano, boas roupas, plano de saúde excelente, minha esposa vive sorrindo no interior e no exterior do lar e nossos filhos são como os frutos da oliveira ao redor de nossa mesa. Logo veremos os filhos dos nossos filhos e a paz em Israel, pois é assim que vive um homem que teme a Deus.

Meu lema é: Não me tragam problemas, só soluções ou Deus ajuda quem cedo madruga. Não dou um tostão por um cara sem carteira assinada, cheque especial e cartão de crédito. Freqüento a Igreja Batista Grandes Novas onde o pastor (maçom grau 33) divide conosco sua tese de mestrado em educação, todos os domingos. Sou dizimista e diácono. Atualmente, faço parte do conselho fiscal da igreja e não dou moleza ao pastor.

Tenho uma empresa de consultoria e vivo rejeitando novos clientes. Meu segredo é trabalhar e ensinar as organizações a andarem sob inspiração da moderna psicologia e dos mais avançados pressupostos de Marketing. As pessoas acreditam naquilo que vêem e escutam. Assim, meus projetos fazem enorme sucesso e cobro bem caro por isso.

Esse blog anti-herói é uma corruptela. Com ele deixo todos na dúvida e, acima de tudo, espio minhas culpas. Acredito que irei para o céu, quando morrer, afinal, é disto que falo em minha classe da escola dominical, a mais concorrida de nossa igreja.

5 thoughts on “O Eu real

  1. Uai… Lou, agora não tô entendendo nada!
    Afinal quem é você?
    (por favor, só não me responda: eu sou você amanhã! Se não, paro de fazer parte dos milhares rsrs)

    Um forte abraço,

    Roger

    Olhando para a Tag, ou rubrica você entende fácil. Alguns (senão todos) preferem a nossa caricatura, como você sabe. A loucura é tanta, que a maioria ao invés de construir um caráter, constrói a charge de si mesmo e briga se você estiver com o passo errado. Certo?

  2. Nem assim vc se diz calvinista! kakakkaka
    Que tal, um batista calvinista?

    (vc já havia postado essa foto ae né? falando nisso, qto tempo ela tem? rs)

    De fato, essa foto foi tirada no escritório do Pastor Don Pendergrass, na Park Baptist Churh em Huntsville Alabama US, onde ele pastoreava então. Acho que isso responde sua primeira pergunta, também. A repetição da foto se deve a uma mania minha, ou seja, sempre que preciso me apresentar com cara séria, recorro a ela. Data de 1986. Havia alguns cabelos no telhado, ainda. 🙂

  3. …. o lema é confundir para explicar e quem sabe entender para conhecer !!

    mas eu gosto de vc mesmo assim !!! kkkkkkkkkkkkkkk

    Em verdade, queria ver quão ridícula soaria uma descrição vã a meu próprio respeito. Não sei como as pessoas convivem com algo assim. 🙂

  4. Lou, meu amigo, você continua exagerado… Há quanto tempo não te lia.
    Minha Internet a Rádio (táxi) voltou a funcionar.
    Saudade
    Como vai o coração valente?

    Bom que sua Banda Larga voltou a funcionar, sua contribuição para a blogosfera é essencial.
    O Projeto anda meio devagar, mas não deixará de funcionar. Pretendemos dar mais força a ele, assim que resolvermos umas coisinhas. Há uma aba do lado direito com NOTICIAS do projeto e do problema. Pessoal continua usando os selos que você desenvolveu. Obrigado e seja bem vinda de volta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *