A Gruta do Lou

Nota de Agradecimento

082709_1940_NotadeAgrad1

Estava aqui aguardando uma médica amiga me ligar, ela fará a leitura dos resultados dos exames que fiz naquela nada santa casa e, se possível, me dará um diagnóstico acompanhado de tratamento. Se não der, provavelmente, solicitará novos exames e consultas.

Agora pouco, recebi um telefonema do grutense Rondinelli, desde João Pessoa, terra de gente culta e de coração imenso, mas longe pra chuchu daqui. Nesses nossos tempos cavernosos, essa amabilidade tem se repetido, Roger me ligou da Alemanha, várias vezes, a Alê do Rio de Janeiro, a Georgia da Alemanha, a Vilma sempre troca figurinhas comigo via MSN ou Skype , o Jorge e a Tinoca desde Portugal, o Nelson também mantém contato via Orkut, embora esteja nos EUA e muitos grutenses brasucas estão sempre on line, de um jeito ou de outro. O Rubinho me ligou ontem cedo, provavelmente de longe de casa, pois estava ligando do celular. Fora todos os que entraram em contato via comentários ou pelo tenebroso Twitter, gente fiel. Sem falar nos amigos gurus, como Volney de São Paulo e o Paulo Brabo desde Curitiba, dos quais vivo filando dicas. Evidentemente, devo estar esquecendo alguém e, justamente, alguém que não deveria ser esquecido, jamais.

Essas manifestações quase me levam de volta ao inferno, só para recebê-las de novo. Mas fique tranqüilo, será muito difícil eu pisar naquele lugar de novo.

Um beijo bem caprichado a todos, nas carecas e nas perucas.

Capricornio PB

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

10 thoughts on “Nota de Agradecimento

    1. Você já sabe, mas vou responder para todos saberem. Estou aguardando o resultado dos exames para saber a causa do problema. Por enquanto, estou sob efeito de um analgésico forte, muita água e uma dieta bem restritiva. Tirando o sono que o remédio causa, está tudo bem. Agora é paciência. Obrigado.

  1. Tá com uma carinha boa…deve ser a sopa de mandioquinha da Dedé.
    Meu pai,dizia que mandioquinha era “batata santa”

    Obrigada pela dica de tratamento.

    Estou torcendo por você.

    1. Obrigado pelo carinho. As sopas da Dedé são mesmo mágicas. Estamos a postos por você também. Vamos ver se Deus dá uma olhada para o lado debaixo do Equador e nos visita em nossas necessidades.
      Grande abraço

  2. Sim, a questão é essa do Rubinho e eu espero muito por uma resposta positiva. Rapaz, estive pensando, devia haver um jeito de alguém dizer apenas “tua fé te curou” e a pessoa sair novinho, né não? Quanto ao fato de eu não ser de João Pessoa, mas de uma aldeia do interior chamada São Mamede, nada que a superposição da enfermidade sobre a idade não explique. Estás perdoado.

    Fui traído pelo DDD 083. Mas se preferir, pode jogar na conta do velho mesmo. Nestes últimos dias, andei tendo até alucinação, provavelmente efeito das porcarias que me deram no hospital. Agora, você mora bem hein?

  3. Se a Dedé ta por perto, da até pra dispensar o Raniel, né não ?

    Olha, a Dedé é o meu anjo pessoal, na prática, já que o Raniel é o anjo pessoal do Thomas e faz alguns favores celestiais para mim por pura piedade, desde que meu anjo foi transferido para um desses pastores da moda. 🙂

  4. Que bom que encontrou forças pra nos contar tudo o que lhe aconteceu…cheguei a me assustar quando cheguei aqui, tá tudo bem agora?

    Ainda não sei a causa. Provavelmente só ficarei sabendo quando sairem os resultados dos exames. Estou sob efeito de um analgésico, tomando muita água e mantendo uma alimentação muito restritiva. O remédio me dá sono. Obrigado por se preocupar e um abraço.

  5. Sabes que a diferença entre um amigo genuíno e um falso é essa mesmo:
    quando há festa, todos participam. quando ficamos doentes, só os que se preocupam mesmo aparecem. 🙂
    Estou longe em distância, mas perto do coração.
    Deus te continue a fortalecer e a favorecer, meu amigo.
    O deserto é longo, mas a glória depois será sem fim!
    Vale a pena!
    Obrigada pelo teu cuidado em nos manter informados.
    Abraço amigo.

    Obrigado. Me desculpe ter escrito seu nome com W. A correção já foi feita. Não vejo a hora de sair do deserto, só está faltando os anjos virem me servir. A parte do diabo eu já venci ou, pelo menos, não posso acreditar em outra coisa. Até para ser tentado há limites…. Abraço para você também.

  6. Lou, se eu tivesse vez e voz imporia ditatorialmente que você nunca mais passasse por situação semelhante; mas posso, em vez de impor ditatorialmente, orar obedientemente. Faço-o.
    Melhoras, amigo. Aproveite para escrever. muito.
    Amplexo.

    Obrigado, suas orações são muito importantes para mim. Deus a abençoe. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.