A Gruta do Lou

No ano que vai nascer

Pessoal gosta muito de fazer retrospectivas do ano velho e previsões do ano nascente. Tudo muito bom, diversão e entretenimento (dependendo da diferença entre elas) para todos. Como há dessas postagens em bom número, poupa-los-ei da minha.

Não sei se repararam, mas a Bíblia não menciona a data, possiveis festas e muito menos Reveillon. Esses caras não sabiam das coisas. Vivemos mesmo em grandes dias, fora a parafernália cibernética, até nativos digitais, imagine; podemos desfrutar nossos Reveillons ao som insuportável de um Martinho da Vila e/ou grupos de pagode, quando não apitam os caipiras urbanos (essa nem o Rubinho aguenta); muita comida gordurosa e doce, as quais estou proibido de comer, mas não obedecerei, pelo menos hoje, todo mundo vestido de branco, talvez por ser a cor predileta de Jesus, um espumante aqui, uma champagne Veuve-Clicquot ali e o abominável prato de lentilhas.

Bom, pelo menos alguma coisa soa bíblico. A Dedé usou o argumento do negócio das lentilhas ser um costume judáico cabalístico para me convencer a comprar o geringonça. Dessa, a turma do evangelho escapou. Ano novo deles era com cordeiro macho e sem defeito, suspeito. Ai! Desculpe a piada de humor negro. Não resisti.

Meu destaque final vai para o Nelson Costa. Cara corajoso e imprevisível. Você não acreditará, mas ele me elegeu a Pessoa do Ano. Pode? Não bastava a Time, agora o Nelson. Não sei se conseguirei manter a cabeça no lugar, depois dessa.

Então chega de enrolação, os grutenses terão um grande ano novo. Afinal, para nós, nada pode ser pior, nem ano novo. Embora não seja necessário, pedirei a Deus pára abençoar abundantemente cada um de vocês, inclusive os anônimos e os discordantes.

Beijo nas carecas e perucas.

Ops: Estou preparando a Agenda 2010 para ajudar todo mundo a chegar ao sucesso no ano novo, e de graça. Provavelmente, será o primeiro post do ano.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.