Na Alemanha, China, etc. menos no Brasil?

Muitas vezes, troca de comentários nas redes sociais acabam aqui. Não consigo evitar a evolução dos textos.

Mais uma vez, o fato se repetiu. Dessa vez o tema é o aumento intempestivo do preço dos combustíveis. Várias vezes me manifestei contra o controle da Petrobras estar nas mãos do governo. Isso é coisa de países sob regimes totalitários, seja de esquerda ou de direita. Chamar um país que controla empresas estratégicas (que permitam o controle do povo) de democracia é piada de mau gosto.

Não falo sozinho nesse tema. O falecido ministro do planejamento, Roberto Campos já o fazia, chamando a Petrobras de “petrossauro”, além de outras na mesma senda.

Compartilhei uma postagem no Facebook que incluía essa foto acima. No título original, dizia ser uma atividade contestadora na Alemanha. Achei meio estranho, pois havia a presença de muitas pessoas do tipo asiático. Enfim, não me dei conta, achei a ideia boa para se fazer aqui e mandei pra frente com o seguinte comentário:

“Na Alemanha o governo subiu preço de combustível.
Em apenas uma hora as pessoas abandonaram seus carros nas ruas e avenidas

e foram a pé para casa.
Mais de um milhão de carros abandonados.
Tiveram que baixar o preço.
Quando o povo é inteligente

os corruptos não conseguem concretizar seus objetivos.”

Então, a Vilma, sempre muito antenada, seguiu o link e descobriu essa postagem, realizada por ninguém menos que o pessoal da Globo, com todos seus meios e artifícios, com a nítida intenção de defender mais um erro crasso do atual governo. Afinal, quanto mais o atual governo falhar, mais chance do Nine e Cia. voltar para dar rios de dinheiro para a toda poderosa, se não me engano.

Gerenciar


Vilma Cristina Correia

https://g1.globo.com/…/alem

Acompanhe: Em algum lugar, logo abaixo, há um link para você seguir e certificar-se.



Alemães abandonaram carros em protesto para forçar governo a baixar o preço da…

g1.globo.com

Depois de ler o trem e vários comentários, cheguei à seguinte conclusão de algo positivo, seguiu-se um diálogo comentado, com a Vilma, mas de olho nos milhares de leitores que certamente viriam a seguir.

O comentário Vilma Gerenciar


Vilma Cristina Correia

Lou, não sei o que se passa no brasil, só sei que estava a achar muito estranha essa noticia. Tal seria o impacto que isso causaria e nós aqui, em plena europa nada termos ouvido falar. Fui pesquisar e era mais uma notícias fake.

Gerenciar


Luiz Henrique Mello A ideia é boa, mas não acontecerá, independentemente de ter acontecido na Alemanha ou não. O desmentido está parecendo algo contratado a alguma agência de publicidade pelo governo brasileiro atual. Vejo nisso algo interessante para o povo, ou seja, se o governo se moveu por causa dessa postagem nas redes sociais, foi por temer a nossa ação.

Concluo que conseguimos mais do que os alemães sem estacionar um só carro nas avenidas. Se o governo está com medo, é uma boa hora para baixar o preço do combustível, sobretudo do etanol vendido com 200 por cento de lucro, caso contrário, pediremos aos alemães para estacionar os carros deles nas avenidas alemãs para que nosso governo baixe e preço a níveis nunca vistos por aqui.

Os alemães têm uma dívida monstruosa com o povo brasileiro, com aquela humilhação dos 7 X 1. Se não aceitarem, correm o risco de levar o troco com juros e correção em alguma das próximas copas. A CBF esqueceu, mas nós (The peaple) não. A hora deles chegará.

Gerenciar

Vilma Cristina Correia Lou, não sei o que se passa no brasil, só sei que estava a achar muito estranha essa notícia. Tal seria o impacto que isso causaria e nós aqui, em plena Europa nada termos ouvido falar. Fui pesquisar e era mais umas notícias fake.

Gerenciar

Luiz Henrique Mello
Vilma Cristina Correia Oi Vilma, fez bem em me alertar, eu deveria ter checado a notícia, também. Agradeço.

O que está acontecendo no Brasil é que a Igreja (junto com a família, escola, governo e mídia) enfraqueceu.

As pessoas estão perdendo a sanidade por aqui. Isso é resultado da aplicação das ideias comunistas de um homem chamado Antonio Gramsci (imagino que você conheça) nascido na Itália em 1891 e falecido em 1937, também na Itália.

Ele resolveu “evoluir” as ideias de Marx, Lenin, Engels, Trotsky, etc. propondo uma revolução mais inteligente, cuja estratégia é a de corromper as colunas da sociedade cristã/capitalista por dentro. Escreveu suas ideias no lugar onde passou a maior parte de sua vida, ou seja, a prisão, e nunca as colocou em prática.

Mas as bestas brasileiras trataram de fazer o sonho dele virar realidade. Puro trabalho com as marcas do inferno. Enquanto isso, nossos pastores seguem colecionando carros, casas, mulheres, etc.

Fora aqueles mais dissimulados, que colecionam influência e estão ajudando a tal revolução gramsciana, casos de Valdir, Ziel, Gondim, Ed Rene, Ariovaldo, etc, salvo enganos. Estudei teologia com alguns deles, infelizmente.

Para mim, esse é o resumo do que acontece por aqui, atualmente. O resto é consequência. Desculpe-me, nem por um instante levei seu esforço como algo negativo. Conheço você …, e sei de sua retidão e firmeza de propósitos ao lado do Senhor Jesus e do Pai dele.

Um forte abraço.

 


Author: Lou Mello

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc.
Pessoalmente, não ligo muito para isso. Valorizo muito mais os meus mentores, tais como Dr. Russel P. Shedd, Dr. Zenon Lotufo Jr. e Dr. Dale W. Kietzman. Esse blog está repleto das coisas aprendidas ao longo de minha vida e isso fala por si só.
Meu espírito é missionário. Plagiando o Amir Klink, “Um homem precisa viajar… simplesmente ir ver por si mesmo”. Eu viajei bastante e ainda pretendo viajar. Quem sabe não serei portador de boas novas por aí, mais um pouco?
Atualmente, continuo acalentando o Projeto Corações Valentes, embora ele não tenha vingado ainda. Sinto falta do meu filho Thomas, ele, através de seu sofrimento, me deu essa ideia, antes de partir para a próxima dimensão.
Além de ter lecionado (Ef. Física e Teologia), ensino organizações não lucrativas cristãs a conseguir sustento sem mendigar e, também, tento ajudar as pessoas a crescerem através da mudança comportamental. Sonho, ainda, treinar professores em prática de ensino, quem sabe…
A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de escrever e me livrar dessa coisa interior pressionando meu peito com potencial para me matar.
Também gosto música, literatura em geral, educação e astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei).
Pena o tempo perdido fazendo falta agora, mas isso não tem remédio.

About Lou Mello 901 Articles

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc.
Pessoalmente, não ligo muito para isso. Valorizo muito mais os meus mentores, tais como Dr. Russel P. Shedd, Dr. Zenon Lotufo Jr. e Dr. Dale W. Kietzman. Esse blog está repleto das coisas aprendidas ao longo de minha vida e isso fala por si só.
Meu espírito é missionário. Plagiando o Amir Klink, “Um homem precisa viajar… simplesmente ir ver por si mesmo”. Eu viajei bastante e ainda pretendo viajar. Quem sabe não serei portador de boas novas por aí, mais um pouco?
Atualmente, continuo acalentando o Projeto Corações Valentes, embora ele não tenha vingado ainda. Sinto falta do meu filho Thomas, ele, através de seu sofrimento, me deu essa ideia, antes de partir para a próxima dimensão.
Além de ter lecionado (Ef. Física e Teologia), ensino organizações não lucrativas cristãs a conseguir sustento sem mendigar e, também, tento ajudar as pessoas a crescerem através da mudança comportamental. Sonho, ainda, treinar professores em prática de ensino, quem sabe…
A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de escrever e me livrar dessa coisa interior pressionando meu peito com potencial para me matar.
Também gosto música, literatura em geral, educação e astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei).
Pena o tempo perdido fazendo falta agora, mas isso não tem remédio.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*