A Gruta do Lou

Julgar o próximo

anselm-grum

Anselm Grum

Certa vez, um patriarca foi interrogado por um irmão nestes termos: “Por que julgo meus irmãos com tanta frequência?” E ele lhe respondeu: “Porque ainda não conheces a ti mesmo. Pois, quem conhece a si mesmo não vê as falhas dos irmãos.”

Anselm Grum
Nascido em 1945, é doutor em teologia e despenseiro da abadia de munsterschwarzach. Nos últimos anos tem coordenado cursos de meditação e exercícios de espiritualidade.
Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

4 thoughts on “Julgar o próximo

  1. É verdade Lou… quando nós julgamos muito os outros, é porque na realidade não estamos bem conosco. Mais, porque nos auto condenamos e aí, saímos a apontar os outros.

  2. Eu era mais crítica do que sou hoje, até que uma pessoa me disse: ao julgar as pessoas em demasia, você está julgando o próprio Deus, pois cada pessoa é a criação máxima dele. Respeite Deus nas pessoas, ela me disse. E eu comecei a (tentar) me moderar.

  3. Olá Lou,

    Sem dúvida uma grande verdade… é o problema da “trave no nosso olho” que tão bem falou O Mestre.

    Abraços…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.