GrutaNet (Rede Gruta), enfim.


E o futuro da Gruta chegou, uma rede distribuída com postagem aberta, interconectividade entre todos os participantes, eventos, destaques, grupos, fóruns, debates, fotos, vídeos, aniversários, enfim, um montão de novidades. Tudo sem qualquer manda-chuva, moderador, presidente, rei e muito menos pastor.

Demorou para sair, por motivos alheios à minha vontade, mas sou o velho e bom caipira, lembram? Caipira tarda, mas não falha.

Mas a idéia é essa e o blog A Gruta  já disse: “Convém que a GrutaNet cresça e eu diminua.”

Por aqui, de agora em diante, só as minhas idéias, inquietações, principalmente com essa gente maltrapilha, fruto de um evangelho mendigo que ainda lutava contra o pecado e acreditava em perdão incondicional e todas essas bobagens teológicas ultrapassadas. Se você quiser ler algum tipo de missão na integra, certamente não será aqui o lugar certo. Procure lugares mais quentes.

A Gruta segue o caminho dela de rede distribuída, todos interagindo e a rede crescendo. Não há como controlar esse tipo de coisa.

Meu, clica na figura e vai para lá correndo, fazer seu registro, não para fazer parte, mas para poder logar e interagir. Dizem que não há muitas vagas, embora não acredite nisso. Tudo muda e isso também mudará.

Seja feliz! Sniff, sniff, sniff.

Lou


Author: Lou Mello

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc. Pessoalmente, dou pouco valor a tudo isso. A ajuda é sempre muito relativa. Estudei a Bíblia e ainda o faço, dei aulas em várias escolas teológicas, até o pessoal encerrar minha carreira, nessa área. Acho que não me achavam adequado, sei lá. Legal mesmo, foi viajar por aí a pampa, com destaque à missão para a Albânia, em 1979 e países da África em 1981. Depois disso rodei muito pelos EUA e Europa, mas nada demais nisso. Tenho espírito missionário, acho, mas nos EUA estava mais interessado em fazer um pé de meia. Não deu certo. Mas aprendi muito por lá, onde há muito a aprender.
Atualmente, acalento o Projeto Corações Valentes e tento manter dois ou três clientes, aos quais presto consultoria na área de Desenvolvimento (Comunicação e Captação de Recursos), algo que aprendi com os norte-americanos, campeões nessa área, , sobretudo, com Dr. Dale W. Kietzman, meu mentor em marketing para organizações não lucrativas. Entretanto, e aos poucos, acho que estou de coisa com a mudança comportamental, de tanto buscá-la para mim mesmo. Culpado disso foi o Dr. Zenon Lotufo Jr, que investiu em minha pessoa, muito além do normal. Talvez 2017 me abra algumas portas nessa área,
A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de algo que sempre gostei muito de fazer, ou seja, escrever e me livrar dessa coisa interior que pressiona meu peito e pode me matar. Tenho alguns projetos de livros em andamento, quem sabe ainda edito um ou alguns deles, antes de fazer a travessia.
Gosto de escrever, música, literatura em geral, educação, astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei), educação física e, de vez em quando, dou um ou outro pitaco nessas áreas também. Sou o principal leitor de tudo que escrevo. Ter leitores sempre foi algo inimaginável, enfim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *