A Gruta do Lou

Escritores da Liberdade e o balanço da semana

A Alê tem me reservado momentos de emoção, sem falar na verdadeira amiga que ela se revelou, afinal só os amigos permanecem na hora da dificuldade. Bem que eu gostaria de contribuir mais para liberdade. Se o pessoal, pelo menos, entender minha proposta de libertar do jugo dos pastores, desse cristianismo horroroso que se abateu sobre todos nós, me darei por feliz.

Os blogs relacionados entre meus amigos tem dado mostras de buscar a liberdade através do que escreve. Acho que todos deveriam ser agraciados com esse Meme. Um grande beijo a Alê, Alb e Calebe (que ainda não conheço pessoalmente) e a todos vocês.

Balanço sabatino

A Dedé achou meu post de ontem (Um enorrrrrrrrrrme charuto) meio pesado. Entretanto, se eu tivesse ido mais fundo poderia ser muito pior. Poderia esquecer o cidadão e ser misericordioso com ele, mas sou mau. O cara chegou como um impostor, viveu como um impostor e insiste em continuar com as mesmas picaretagens, jogando a culpa nos outros, sempre, como se você fosse a grande vítima desse mundo. Cara, vender dossiê para o Brizola, além de ser uma burrice inominável, foi um vacilo eterno, sem falar em adultérios, traições, seus vícios de linguagem e suas falácias constantes. Meu, se você tiver um único gesto simples de humildade, nosso coração se derreterá. O que passou, passou. Saberemos entender porque somos tão maus quanto você. Mas meu alerta continua sendo em favor dos incautos que insistem em dar-lhe audiência e mantê-lo na ilusão. Caso contrário, nos encontraremos no inferno.

Alguns leitores, se não todos, também, não gostaram muito da idéia de que Deus custa a responder orações, em muitas ocasiões, afinal seus dogmas ensinam o mais fácil e os faz pensar em um Deus Fast Food. Doce ilusão. Isso apareceu em “Sua mensagem está sendo transferida para a Caixa Postal de Deus”. Grande título por sinal, que o Brabo ainda melhoraria acrescentado: e estará sujeita a cobrança após o sinal

Em “Prazo Vencido” falei do mesmo conceito, mas abordando sob outro prisma (que os cults preferem chamar de paradigma) tentando demonstrar que o Magnânimo pode ser diferente. O que a turma não percebe, é que a proposta divina não é água benta, necessariamente. Parece que o Divino está mais interessado em coisas eternas, duradouras, etc…

“Nosso Salvador Laico” está lembrando que Jesus não tinha títulos. Tem crescido, ainda mais, a importância dos mestrados e doutorados. Há pouco tempo, bastava uma graduação e você era chamado para assistir o culto da plataforma, se bobear, até uma saudação à congregação teria direito. Agora ter mestrado, doutorado e ser ordenado pela junta santifica e diferencia. Jesus estaria perdido em nossos dias.

Bom chega. Negócio é lembrar, apenas, nosso propósito aqui: os esquecidos e maltrapilhos onde sou o primeiro da fila.

Depois de um início promissor, o Coração Valente entrou nessa fila junto conosco.

Powered by ScribeFire.

1 thought on “Escritores da Liberdade e o balanço da semana

  1. Lou, escrevi, li, apaguei, ri.(A vida assindética é mais fácil)
    Escrevi por que achei que tinha o quê dizer.
    Li para saber se estava bom.
    Apaguei por que achei que não estava bom.
    Ri por que não estava bom e eu não fazia sentido algum tudo que pensei só porque li seu teto.( que por sinal continua bom( ótimo) como sempre.
    Da próxima, sendo o que Deus quiser( e já foi) deixo aí para que a vossa mercê mesma possa julgar o sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *