A Gruta do Lou

Ela

Dedé

 

Cheguei aqui, nesta manhã, com o propósito de homenagear minha esposa. Razões para isso tenho de sobra. O aniversário hoje, é só uma motivação a mais. Não foram poucas as vezes que me perguntei como ela consegue suportar tantas adversidades e continuar andando resoluta, como se o inevitável fosse uma parte dela mesma.

Meu interior se move descontroladamente sem entender porque não faço algo grandioso para ela hoje. Estou com as mãos e os pés atados. Não posso ir além de um parabéns querida, outra vez. Nem poupá-la de fazer o próprio bolo, estou capaz.

Era dia de levá-la ao melhor restaurante da cidade para um jantar, acompanhados dos filhos com direito a bolo floresta negra, na sobremesa. Um conjunto de corrente e brincos de ouro novos, para repor aqueles que perdi no serviço de penhora da Caixa Econômica Federal seria o presente ideal.

Para completar, uma grande notícia, do tipo: a partir de amanhã nosso projeto começa a deslanchar sob os auspícios de uma grande empresa de saúde desejosa em investir uma pequena parte de seus lucros em algo relevante.

Tudo isso para ver mais uma vez aquele sorriso único que me cativou eternamente. Também gosto da ideia dos poetas de que devemos nos contentar com o que temos e não viver insatisfeitos pensando no que não temos. Entretanto a vida me ensinou outra lição, algo peculiar, em nossas circunstâncias: sonhar é viver e desejar é manter a lucidez. Aqui vale mais a esperança e a quimera do que a voz poética. A não ser que o poeta seja do tipo de Fernando Pessoa ou Cecília Meireles, cujas vidas não foram fáceis.

Me disseram muitas vezes para eu aceitar meu karma ou o meu sofrimento. Tudo bem, faço isso com o pé nas costas. A dor maior advém da constatação de que as pessoas mais amadas sofrem sem alternativas e você é a causa. Mesmo assim, minha companheira segue fiel, sem dar mostras de arrependimento ou desistência.

No dia do aniversário dela constato, ainda, ser eu o grande homenageado, pois ganhei o presente dos presentes: ela.

 

[Ela

לּהּמּ

]

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

22 thoughts on “Ela

  1. Descontroladamente, mas com todo respeito: A Dedé é maió filé! Heim?! rsrsrsrsrs

    Parabéns pra bens Dedé

    Lou, te libero!

    Abraço

  2. Dedé, parabéns!!! Tudo de bom pra vc e família!!!
    Lou, ce reclama da vida por quê???
    Com uma mulher dessa, vc é um sortudo, isso sim!
    E ainda tem o Thomas!!!
    Abs a todos

  3. E com toda a certeza esse é o melhor presente que ela pode receber: o teu amor.
    Isso é o que irá permanecer para sempre.:))
    Um grande abraço e beijo de parabéns!

  4. Se quiseres a música do ” SHE” para ela, eu tenho! hehehehehe
    Não há mulher que não se derreta com o amado que lhe dedique esta música! 😀

  5. Lou, aqui vão uns conselhos pra você: Nada de barba por fazer, use sempre um bom hidratante, não é nada mal ajeitar levemente a linha das sobrancelhas, não é coisa de fresco não, eu arrumo as do meu filho. Escolha um bom perfume, sempre, e por misericórdia não esqueça o desodorante. Camisa dentro da calça, please, e com os botões fechados. Calça de preguinha já não usa mais, combine as meias com a roupa, tenha um bom sapato de bico fino. Lou, jamais, em hipótese alguma, use palito após as refeições. Enfim, cuide do hálito, das unhas, apare sempre os cabelos. É o mínimo que essa gata aí de cima merece, não descuida não. Ah, e parabéns pra ela, claro.

  6. Bete

    Segundo sua lista, acho que estou legal. Só uns ajustes e pronto. Gostaria de fazer uma dieta capaz de provocar a cetose e perder um quilinhos. Depois, voltar a nadar e fazer um pouco de musculação. Boa alimentação e sono são essenciais. Gosto de relaxamento e meditação. Tudo isso ajuda a manter uma boa forma e a mulher, claro. Valeu pelas dicas.

  7. Parabéns para a Dedé e para você Lou, o sortudo!
    Vejo que o Salvador se foi mas o Consolador está de dando uma boa mão, o que você escreveu me faz pensar assim.

    Beijos para os dois,

    Roger

  8. Então hoje é o dia da Dedé!!!
    parabéns querida!
    que Deus a abençoe imensamente!
    perai, vamos consertar: que Deus continue abençoando-a imensamente!
    e uauuuu que post romântico, heinnn!
    como diriam meus adolescentes:
    que maravilha!!!!
    🙂
    🙂
    parabéns a todos por terem a Dedé nesta casa!
    sem dúvidas ela faz toda a diferença!
    beijos,
    com amor,
    alê, alb e calebe (hoje os beijos são da casa toda aqui – sentiu, Lou, a Dedé tá com moral!!!)

  9. Lou

    Em meu curto passeio por Sorocaba descobri que uma mulher chamada Dedé é que era o verdadeiro anjo da família..

    Abraços

    Parabens Dedé!

  10. Wander

    Concordo, mas nós dois somos suspeitos. Ninguém está isento para opinar sobre ela depois de comer a macarronada com bife a milaneza, preparados por ela.

  11. Dizer o quê, depois dessa homenagem? Que eu te amo? Todo mundo já sabe. Só posso agradecer, emocionada, o exagero a meu respeito. Se eu fosse metade disso que vc falou, já tava de bom tamanho. Qto à corrente e aos brincos, pode me dar qualquer dia desses, eu aceito na boa, hahaha!
    Obrigada a todos pelos comentários, também exagerados. O Lu, como sempre, foi gentil e pôs uma foto de vinte anos atrás. Vcs são os grutenses mais fofos que eu conheço! Obrigada, again!!! Beijos senis a todos, de coração…

  12. Era pra ter me manifestado antes, mas sá’comé … a semana passou!

    Dedé é realmente uma mulher rara e vc está de parabéns – faço minhas as palavras dos grutenses: você é realmente muito sortudo.

    Mantenha a fibra, Dedé. Continue na jornada do amor e da dedicação. O Senhor recompensa via graça – com muito mais do que merecemos e apesar de tudo e de todos.

    Fiquem vcs todos – família íntima da Gruta, na paz dEle!!

  13. Pingback: Lou Mello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.