A Gruta do Lou

Dietas


 

Certa vez, li em algum lugar sobre uma dieta excelente (100 % eficaz), ideal para pessoas sem coração. E eu nem sabia dessa possibilidade, ou seja, pessoas viverem sem coração.

Enfim, a receita era uma mistura de jornal (1 página), água (até dar o ponto), 02 gotas de nitroglicerina (opcional) e sal a gosto. Levar tudo ao liquidificador e bater até explodir (no caso dos usuários do nitro) ou comer a maçaroca até entupir o aparelho digestivo e aguardar até não ver mais nada, para os demais.

Logo percebi tratar-se de uma gozação da parte de algum ressentido. No meu caso, nem sei porque perdi meu tempo lendo essa joça. Afinal, posso ter todo tipo de doenças, mas não sou uma pessoa sem coração (a minha taquicardia diária atual é a prova disso).

Essa história (ou piada sem graça) me lembra aquela do Joaquim. Era um português, imigrante e morador do Rio de Janeiro. Trabalhava em Copacabana, em uma imobiliária. Certa tarde, atendeu o telefone e ouviu do outro lado alguém gritar: “Manoel, corre que tua casa em Niterói está a pegar fogo. Tua mulher e filhos estão presos lá dentro e os bombeiros não chegaram até agora. Ele nem ouviu a mensagem até o fim, saiu correndo em direção ao cais das barcas, chegou quando uma delas já começava a partida e saltou para apanhá-la. Não fosse a ajuda dos outros passageiros teria caído no mar. Então procurou lugar para sentar, afivelou o cinto de segurança e pensou: “Oh raios, que estou a fazer? Não moro em Niterói, não sou casado e, muito menos, tenho filhos. Pior, não me chamo Manoel.”

De qualquer jeito, a moral disso tudo é: “todas as dietas nos levam a um só destino, lugar nenhum”.

Capricornio PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *