De mudança para o Planeta Ross 128 b?


A idade do nosso planeta Terra foi estimada em 4 bilhões e meio de anos (4.500.000.000), em um universo onde os estrelas, planetas e outros vivem mais de dez bilhões de anos. Talvez seja melhor você preparar a mala, pois a ciência acredita e quer nos fazer acreditar na necessidade de mudarmos daqui para outro planeta pois os cientistas creem no fim próximo (600 anos) da Terra. Problema é eles estarem na contramão do próprio Universo, sem falar em Deus, outro a não concordar com eles, como se não fosse Ele o criador de tudo isso.

Nosso planeta faz parte de uma galáxia conhecida por aqui com o nome de Via Lactea, em um universo onde há um número desconhecida de outras milhões, bilhões… de galáxias. A contagem de planetas, iniciada nos tempos de Galileu, já passa de três trilhões. Sem falar no fato de não sabermos se não há outros tantos universos.

Stephen Hawking e a rainha

Diante da perda inexorável do respeito e confiança dos mais jovens à minha volta, especialmente os filhotinhos do Stephen Hawking, comecei a olhar para as opções existentes a pessoas (seres humanos) como eu. Confesso não ter me empolgado em fazer tricot, aprender danças de salão, jogar bingo ou fazer ginástica para idosos, hidro ou oxidro. Me encantou um curso semestral de Astronomia lá na USP, tema muito interessante para mim desde criancinha. Fora minha estranheza da Bíblia, tão velhinha, fazer tantas menções a ela.

Então, me inscrevi e fui aceito, pois tinha os requisitos necessários. Um deles era ser velho. Nunca pensei em uma hipótese dessas, a não ser as velhas filas do supermercado só para sermos estigmatizados e tratados com preconceito. Outro detalhe, talvez você não goste de saber, é encontrar algo positivo para gente como nós, fora de uma igreja.

Pior foi descobrir o quão sério seria o curso. Meu, me sinto um astrônomo hoje. Sei o nome de todos os planetas de nossa galáxia. Claro, isso não é nada, o problema foi descobrir, além de (interno) Mercúrio, Vênus, Terra, Marte e (externo) Jupiter, o nome do planeta Urano, entre Saturno e Netuno, depois Plutão, o último planeta, mas ainda iluminado pelo mesmo sol a iluminar-nos, aquecermo-nos, etc. E tem gente capaz de acreditar em filtro solar.

Pois é, o cientista ateu Stephen Hawking fez muitas previsões, sem saber do fato das previsões serem privilégio dos religiosos, afinal ele espera pela morte com muito mais razões em relação a todos nós. Ninguém no universinho dele venceu a morte, então precisamos relevar pessoas assim.

Aquecimento do Planeta: Atualmente, nosso planeta caminha para mais uma era glacial. Em breve (em termos de astrônomos) nosso planeta vai gelar, ou seja, a maior parte ficará coberta de gelo, como já aconteceu outras vezes. Perguntado sobre esse “breve”, nosso professor estimou em um milhão e meio de anos, iniciando a partir de 2020.

Em astronomia os números costumam ser astronômicos. Nessa caminhada, alguns anos serão mais quentes outros mais frios, mas caminhando em direção a esse tempo gelado. Certamente, como nas outras vezes, não sobrará muito espaço para ocupar. Enfim, também não haverá muitas pessoas precisando de lugar para morar. Tudo isso pode ser mais ou menos, mais ou menos tempo ou mais ou menos de territórios cobertos do melhor amigo do whisky.

O Planeta se basta

Também me surpreendeu saber como os fenômenos produzidos pelo Planeta trabalham para mantê-lo equilibrado. Coisas como terremotos, maremotos (também conhecidos contemporaneamente de tsunamis), erupções de vulcões, furações, etc., são necessários. Precisamos ajudar não ficando no caminho deles, a decisão mais prudente. Nada no Universo acontece por acaso, por exemplo, as estrelas precisam morrer para pessoas nascerem porque precisam de hidrogênio. Saiba, 99% da massa do sistema solar está no sol (uma estrela) e o resto (1%) está nos planetas. Portanto, respeito para com o sol, sim?

Os inimigos

Pior é pensar nesses seres, até parecidos conosco, fazendo de tudo para nos destruir a bem deles próprios. Toda essa conversa sobre catástrofes astronômicas não passam de propaganda para nos controlar como pessoas, nosso espaço sem igual e nos empurrar coisas das quais não precisamos. Afinal, quem sabe mesmo qual será o futuro do grande planeta Terra e seus ocupantes.

Deus avisou há mais de oito mil anos sobre esses caras. Ele escreveu em pedras para não perdermos suas palavras, as quais chamamos de A Lei. As nossas verdadeiras necessidades estão impressas ali, não precisamos de mais nada além daquilo. Jesus Cristo veio seis mil anos depois e reafirmou a Lei. Se viesse hoje, evidentemente, manteria sua palavra.

Enfim, se você ainda desejar seguir o Hawking e suas neuroses, você terá liberdade para tanto. Nós estaremos aqui se desejar mudar a sua opinião e faremos orações a Deus por vocês. Peço desculpas por chamarmos vocês de “otários”, às vezes. Enfim, vocês fazem o mesmo e nós não ligamos.

Já repararam como esse ano foi mais friozinho em relação aos anteriores?

 

 

Author: Lou Mello

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc.
Pessoalmente, não ligo muito para isso. Valorizo muito mais os meus mentores, tais como Dr. Russel P. Shedd, Dr. Zenon Lotufo Jr. e Dr. Dale W. Kietzman. Esse blog está repleto das coisas aprendidas ao longo de minha vida e isso fala por si só.
Meu espírito é missionário. Plagiando o Amir Klink, “Um homem precisa viajar… simplesmente ir ver por si mesmo”. Eu viajei bastante e ainda pretendo viajar. Quem sabe não serei portador de boas novas por aí, mais um pouco?
Atualmente, continuo acalentando o Projeto Corações Valentes, embora ele não tenha vingado ainda. Sinto falta do meu filho Thomas, ele, através de seu sofrimento, me deu essa ideia, antes de partir para a próxima dimensão.
Além de ter lecionado (Ef. Física e Teologia), ensino organizações não lucrativas cristãs a conseguir sustento sem mendigar e, também, tento ajudar as pessoas a crescerem através da mudança comportamental. Sonho, ainda, treinar professores em prática de ensino, quem sabe…
A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de escrever e me livrar dessa coisa interior pressionando meu peito com potencial para me matar.
Também gosto música, literatura em geral, educação e astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei).
Pena o tempo perdido fazendo falta agora, mas isso não tem remédio.

About Lou Mello 901 Articles

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc.
Pessoalmente, não ligo muito para isso. Valorizo muito mais os meus mentores, tais como Dr. Russel P. Shedd, Dr. Zenon Lotufo Jr. e Dr. Dale W. Kietzman. Esse blog está repleto das coisas aprendidas ao longo de minha vida e isso fala por si só.
Meu espírito é missionário. Plagiando o Amir Klink, “Um homem precisa viajar… simplesmente ir ver por si mesmo”. Eu viajei bastante e ainda pretendo viajar. Quem sabe não serei portador de boas novas por aí, mais um pouco?
Atualmente, continuo acalentando o Projeto Corações Valentes, embora ele não tenha vingado ainda. Sinto falta do meu filho Thomas, ele, através de seu sofrimento, me deu essa ideia, antes de partir para a próxima dimensão.
Além de ter lecionado (Ef. Física e Teologia), ensino organizações não lucrativas cristãs a conseguir sustento sem mendigar e, também, tento ajudar as pessoas a crescerem através da mudança comportamental. Sonho, ainda, treinar professores em prática de ensino, quem sabe…
A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de escrever e me livrar dessa coisa interior pressionando meu peito com potencial para me matar.
Também gosto música, literatura em geral, educação e astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei).
Pena o tempo perdido fazendo falta agora, mas isso não tem remédio.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*