A Gruta do Lou

Cristianismo meu de cada dia

peixe

Considerando todas as dificuldades, podemos confirmar a relevância das práticas e princípios cristãos, em nossos dias. Meu browser está programado para abrir a página da Folha de São Paulo. Assim, todos os dias, uma das primeiras coisas que faço é espiar os acontecimentos mais recentes. Não há um dia em que não leia, no destaque, alguma notícia relacionada à influência dos ensinamentos do evangelista de Nazaré.

Isso mostra como estamos influenciando o nosso tempo e cumprindo nossa parte na tarefa evangelizadora. Chama a atenção a quantidade de pessoas engajadas na propagação do amor ágape de Deus. É um tal de perdoar aqui e de ter misericórdia acolá.

Não há um dia em que não comece meu dia emocionado com tanto calor e demonstrações da sensibilidade cristã.

Começando comigo, então nem me fale. Acordo listando as pessoas que desejo ver abençoadas, perdoadas e saradas pelo amor do Pai celeste. Depois, pauto minhas ações diárias em atos destinados ao próximo e suas necessidades, sempre no sentido dos ensinamentos do Mestre, a verdade. Mal penso em mim, exceto quando passo em frente a alguma vitrine e reparo em minha silhueta ridícula.

Incrível como sou bonzinho e cristão. Me orgulho muito disso.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

6 thoughts on “Cristianismo meu de cada dia

  1. Xiii tanto sarcasmo aí! heheheheh
    Eu não sou boazinha! E nem quero ser!
    Sermos bons sim… bonzinhos não!
    O mundo está cheio de bonzinhos!
    Sermos santos, mas não santarrões!

  2. Lou, deixe-nos em paz! Nós os crentes estamos ocupadíssimos com coisas realmente importantes, importantíssimas: o ensaio do “louvor”, a corrente da prosperidade, a noite do sorvete, a tarde da pizza, o acampadentro, o show gospel…pô! Que papo mais careta esse de Jesus Cristo de Nazaré!

  3. Lou, somos tão parecidos!!!
    Impressionante!!!
    A única diferença é que leio o Estadão e começo o meu domingo sagrado com a Veja…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.