Cristianismo Ecológico – Revista e Atualizada

Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros, contudo, o Pai celestial as alimenta..

Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.

Palavras de Jesus da Galileia em Mateus Capitulo seis.

Acabo de ler a notícia de que o IPCC, um grupo de cientistas não governamentais que estudam a mudança climática do planeta, reunidos em Paris, já admite um aumento maior da temperatura da terra, no presente século: algo em torno de 3º Celsius.

Jesus teria uma dificuldade maior para dar exemplos, nos dias de hoje, se quisesse informar ao ser humano seu equivoco de rota. As aves e os lírios do campo a que ele se referia vivem ainda nas florestas, mas várias espécies estão em extinção. As próprias florestas sucumbem ao tratamento que lhes é dado pelo ser humano. A floresta amazônica, no Brasil, foi devastada em dezessete por cento de sua área, sendo que a maior parte ocorreu nos últimos quinze anos.

Pode ser que esses textos tenham guardado um componente profético, todos esses anos, caso Jesus estivesse querendo dizer algo como: Parem! Vocês não precisam de nada disso.

Quando eu dava aula em seminários, um dos pontos altos era o confronto dos alunos com a maldição do ser criado e a maldição imposta aos homens (Com suor do seu rosto trabalharas todos os dias de tua vida e às mulheres: com dores darás á luz aos teus filhos) à luz da missão redentora de Jesus Cristo que livrou a criação da maldição. O problema era explicar porque a maldição continuava mesmo depois do sacrifício redentor do Filho do Homem. Nunca ouvi nada capaz de satisfazer a dúvida.

Tudo o que nós desejamos conquistar na vida tem um preço: nosso planeta. Seja agora ou daqui a pouco tempo, não restará mais nada e a vida de quem viver será desconfortável. Há dias, não para de chover aqui em Sorocaba. Isso nunca aconteceu nessa intensidade. Katrinas, Tsunamis, furacões, ciclones, tempestades, frio absurdo, calor insuportável são palavras cada vez mais freqüentes.

Parem! Nós não precisamos de nada disso.

Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros, contudo, o Pai celestial as alimenta..

Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.

PS: Convocação Geral dos que se importam


A ONG CIDADE FUTURA convoca os amigos para dedicarem apenas 5 minutos do dia 1º de fevereiro de 2007 para o Planeta. Em todo o mundo haverá grande mobilização. Participem, cidadãos, contra a mudança climática!

Estamos apoiando a iniciativa internacional da Aliançapelo Planeta (grupo francês de associações ambientalistas) que lança um apelo simples a todos os cidadãos de se dedicarem por cinco minutos à terra.

Todo o mundo apagará por 5 minutos suas lampadas e aparelhos elétricos entre 19h55min e 20 horas.

Não se trata apenas de economizar eletricidade nesse dia, mas também chamar a atenção da mídia e daqueles que têm poder de decisão sobre o desperdício de energia e a urgência de agir! Cinco minutos de repouso para o Planeta Terra.

Não toma muito de seu tempo, não custa nada, e isso mostrará às autoridades e fabricantes de todo o mundo que a mudança climática é uma questão que deve ser levada em conta em qualquer decisão políca.

Por que dia 1º de fevereiro?

Nesse dia será apresentado na França um relatório feito por um grupo de técnicos em climatologia da ONU. Os cidadãos não podem deixar escapar a ocasião para manifestarem sua opinião sobre a urgência com que deve ser tratada a mudança climática mundial.

Se todos participarem, essa ai poderá aparecer na mídia e ter peso político.

Faça circular ao máximo esse apelo entre os seus amigos, colegas e parentes.

A diferença de fuso horário tem importância porque o Brasil se manifestará ainda no dia 1º de fevereiro (das 19:55 às 20h, de Brasília).

Esta mensagem foi enviada por Georgia e Christian Aegerter

Share this:
Share this page via EmailShare this page via Stumble UponShare this page via Digg thisShare this page via FacebookShare this page via Twitter

2 respostas para “Cristianismo Ecológico – Revista e Atualizada”

  1. Isso tudo em 2007,imagina agora em 2009.As grandes potências não têm realmente interesse em contribuir para diminuir a poluição e os estragos globais…estamos chegando a momentos em que o planeta agonizará,e nós juntamente com ele.Tem sido feitos estudos de diversas naturezas pra se encontrar saídas para o aquecimento,muitos dos quais inviáveis pelos custos ou pela aplicabilidade.
    Vale e muito o apelo dos irmãos acima,mas o mundo inteiro teria que tomar consciência de tudo agora.Pena não ser esse o interesse dos “grandes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.