A Gruta do Lou

Corrente do Bem


Recebi uma corrente evangélica ontem. Um daqueles sistemas, onde você envia uma carta para duzentos e cinqüenta pessoas com cinco nomes e suas respectivas contas bancárias e, quem recebe, deposita dois reais em cada conta e coloca seu próprio nome no final da lista, tirando o primeiro. Confesso que demorei um pouco para deletar o E-mail.


9 thoughts on “Corrente do Bem

  1. kkkkkkkk! Essa é demais, Lou!

    Essas correntes tinham que ser inversas: quem mandasse uma coisa dessa para cinco pessoas tinha que depositar 250 reais na conta delas. Assim, o mundo mudaria de forma revolucionária como no filme da foto “corrente do bem”. Da minha parte, não arrisco a começar…

    E-mail por E-mail prefiro a velhinha da Austrália do Rubinho.

    O Rubinho é muito bem relacionado. No máximo recebo E-mails da Alemanhã. Australia é muito chique!!! 🙂

  2. Ainda bem que deletou!

    Senão vc ia desembolsar “deizão” de bobeira.

    Se o povo tivesse boa fé (o que não é característico de nenhuma nação, salvo engano) até seria legal…

    Bom fds Lou

    Abraços

    Acho que não chegaria a tanto. Titubear para deletar foi o máximo permitido. Mas deu em que pensar…

  3. Uma vez eu entrei numa corrente de cartões com mensagens cristãs entre metodistas e…preciso contar o final da história?

    (claro que temos de dar um desconto, afinal, foi entre metodistas, o povo do coração esquecido)

    esses metodistas…

  4. Para todos aqueles que em 2008 me passaram correntes, dizendo que, se eu reenviasse, ia ficar rico e/ou realizar todos os meus desejos, informo que:

    NÃO FUNCIONOU!

    Portanto, em 2009, peço a gentileza de me mandarem apenas dinheiro ou presentes.

    Obrigado

    Mas as correntes existem com essa finalidade: Mandar-lhe dinheiro a pampa. 🙂

  5. Ah….essa mensagem é a que eu coloquei no meu perfil do Orkut

    Taí. Por isso elas não dão certo para você. Você precisa fazer afirmações positivas, determinar a materialização de seus desejos e usar os estímulos visuais. Aprendi isso com o grande autor: Lair Ribeiro. Mas o Qualquer coisa Young Cho disse a mesma coisa no seu livro Quarta Dimensão. Foi o mesmo espírito quem ensinou aos dois. 🙂

  6. Só porque a corrente era evangélica pode ser chamada de
    Corrente do Bem?
    Eu que não participo de nenhum grupo evangélico ( tô lascada )
    não vou poder nem jogar biriba, nem com boa fé…

    Foi só uma forma de dar um caráter mais confiável, o que não deixa de ser um elogio aos evangélicos. Fiquei com vontade de ser um deles, quando lí essa bobagem.

  7. Lou, essa é boa!
    Mas melhor ainda(sério mesmo) foi a atitude de um padre amigo meu essa semana. Ele distribuiu 10% dos dízimos arrecadados em sua congregação com os membros,no final cada um levou um pouquinho. Por que os evangélicos não fazem isso né?

    É verdade. Se sentir o desejo incontrolável de passar o número de nossa conta bancária ao padre, fique a vontade. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *