A Gruta do Lou

Consulta Inócua

Alguns devem ter ouvido falar no falecido Tio Cássio. Ele era pastor da Igreja Cristo Salva, em São Paulo, e teve seu apogeu nos anos setenta e oitenta, quando liderava um trabalho mais voltado aos jovens. Nos anos noventa deu uma guinada ao unir-se ao pastor português da prosperidade Jorge Tadeu, que hoje voltou a ser apóstolo.

Passei algum tempo com o Tio Cássio, desde minha conversão. Ele gostava de me ter por perto. Além das minhas piadas, eu podia dirigir o carro dele e ele apreciava meu modo de dirigir. Certa vez eu o levei ao médico. Esperamos um bocado até ele ser chamado para a consulta. Fiquei aguardando na sala de espera enquanto ele esteve com o médico. Foi uma consulta bem demorada. Na saída perguntei-lhe como tinha sido e ele respondeu: “O médico me orientou a fazer uma porção de coisas que eu não farei e me receitou uma porção de remédios que eu não tomarei, nem sequer comprarei.”

17 thoughts on “Consulta Inócua

  1. Por falar em Jorge Tadeu… ele tem dado bem que falar aqui em Potuga! E não por os melhores motivos! Sei que tambem teve problemas recentemente em Angola.
    Infelizmente ele tem contribuido bastante para prejudicar o bom nome dos Evangélicos em Portugal, sobretudo no início quando “as pessoas” misturavam tudo. Agora creio que o povo já sabe fazer a destrinça.

  2. Viviana

    Está em meus planos postar, qualquer dia desses, um ou alguns textos sobre o Jorge Tadeu. Já citei-o algumas vezes, mas nunca escrevi nada específico sobre ele e o ministério (sic) dele. O tempo que passei trabalhando para ele deixou muitas interessantes histórias e impressões. Acho que o pessoal gostará de ler. A última que soube dele foi a realização de um filme evangelístico a ser lançado agora em abril. Não sei o nome, mas deve ser algo como “O euro adorado” um contraponto ao dolar furado.

  3. Alê

    Sim, isso mesmo. Pior é que ele falou sério, pois nunca fez o tratamento. Ele tratava sua diabetes segundo sua própria orientação. Detalhe, ele não era médico.

  4. Oi Lou,
    Participei de várias reuniões nas segundas. Tio Cássio era um grande evangelista e como escreveu a revista Cruzeiro ele era um “guru” da juventude.Lembro com saudosismo daqueles dias, a igreja era mais ingênua e não havia tanto mercadores da fé.

  5. Maurício

    Você está certíssimo. Já escrevi várias vezes sobre o Tio Cássio, mas creio que vale a pena algo mais elaborado, olhando para o lado sociológico e teológico daquele movimento. Sua observação sobre a igreja ser mais ingênua naquela época é perfeita. Acho um ponto de partida muito interessante para a tese. Aliás, poderiam ser duas, uma sobre o movimento e outra sobre o Tio Cássio. Que tal? Topas?

  6. Cara nova por aqui. Por isso, a Gruta nao abria.

    Nunca ouvi falar. Tô lendo aqui pela primeira vez. Bem… se ele nao ia fazer as coisas que o médico disse, prá que foi lá entao?

    Bom fim de semana.

  7. Oi Lou,…eu tb fui ao médico e ele teve a cara de pau de dizer pra mim ( que não tenho plano de saúde e nem grana pra isso ) que tenho que tirar minhas pedrinhas de estimação da minha visícula !! Pode??? levei anos a fio juntando cada uma delas e agora vem me dizendo que quer tirá-las de mim !!!…também não volta mais lá ! ( a consulta é um absurrrrrrrrrrrdooooo!! )rsrssss.
    Abraços
    Alice

    ps. Essa Gruta está ficando muito linda, e isso é bom, afinal, acho que não saio daqui tão cedo …hehheheeee

  8. Georgia,

    Escrevi um texto rápido. Não mencionei o trânsito que pegamos na 23 de maio para chegar no consultório. Evidentemente, enfrentamos o trânsito na volta, também. Acho que a única explicação chama-se Noely a esposa dele. Provavelmente ela queria que ele fosse ao médico e ele foi. Graças ao tolo aqui.

  9. Wander

    O Tio Cássio só está vivo na memória. No início do texto eu o chamei de falecido Tio Cássio. Ele partiu em 1998. Quanto a mim, tenho dúvidas. Às vezes penso que sim e outras vezes que não. Gostei da essência úmida e escura. É a cara da Gruta.

  10. Alice, Jorge

    Obrigado pela presença e observações.

    Rap

    Antes, na Igreja o clero e o povo eram ingênuos. Hoje, só o povo.

  11. Lou, o Tio Cássio fez o que fazemos com Jesus: o Cara dá a receita e nós teimamos em não seguir. Depois, reclamamos do sofrimento que a doença nos causa, e do preço que o Médico nos cobra (a vida, toda ela!). Mas seguir a receita, que é bom, isso não!

  12. Rubinho

    Você matou a charada. Ganhou o prêmio que é levar o autor do blog a Itú, na semana que vem, para uma reunião com uma promoter paulistana (acho que é assim que chama) desejosa em contribuir com o Projeto Coração Valente. Se dermos sorte, comemos um filé a parmegiana no bar do alemão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *