A Gruta do Lou

Apuros noturnos

Amy Winehouse

Sei, exatamente, o que você está pensando agora: “Ué! Mas o blog não havia entrado em férias? É como meus filhos sempre dizem: “O Lou não é confiável”.

Essa noite, às tantas, me senti travado. Queria virar ou me mexer, mas algo ou alguém estava me segurando, de tal forma que não conseguia mover um dedo, como se estivesse em um rotor. Achei melhor pedir socorro e acordei expressando gemidos inexprimíveis. Então me acalmei e percebi que estava livre, imaginei ter participado de um pesadelo. De repente, ouvi uma respiração fungativa. Olhei para a Dedé, mas como sempre, ela dormia feito pedra. Virei para o outro lado e tomei aquele susto costumeiro, era o Raniel, todo desgrenhado, em pé, ao lado da minha cama. Percebi logo que ele viera afoito e precipitadamente. Algo acontecera. Indaguei com medo da resposta.

– ” Você estava pedindo socorro espiritual. Como não há anjo disponível para você, por razões bem conhecidas, subornei o pessoal da expedição celeste para passar seus chamados para o meu bip. O bip apareceu em vermelho, ou seja, chamada crítica. Sempre penso no Thomas, em primeiro lugar, que é o meu protegido de fato, então vim a miríades de quilômetros por hora. Quando cheguei, achei um inimigo com o dedo sobre suas costas, uma tática ridícula que eles usam para aniquilar e despotencializar totalmente suas vítimas. Dei um jeitinho nele e livrei-lhe . Esses caras não gostam nada de você, do seu blog e dos seus planos para o ano que vem. Respondeu.

_” Caraca! Então foi isso que aconteceu. Pensei estar tendo um pesadelo. Falei.

– “Sim, vocês não entendem sonhos e pesadelos. Já lhe disse isso várias vezes”. Falou com cara de brabo.

Ficamos em silêncio por um instante e depois ele saiu fazendo um sinal para eu esperar. Conclui que ele fora ver meu filho. Voltou depois de um tempo. Perguntei dos pés e da ferida e falei de minha dúvida sobre a eficácia dos curativos que tenho feito.

– Você sabe que nós anjos não vemos feridas, doenças e todas essas coisas ruins em nossos protegidos. Só os humanos podem ver porque sua visão é imperfeita e maculada. Eu vejo seu filho e você perfeitos. Minha preocupação maior é o que vocês são capazes de fazer por causa dessas bobagens que pensam ver. Minha missão é ajudá-los a ver com os olhos originais, ou seja, ver como nós vemos. Lembrou-me.

– Como eu gostaria de ver como você vê… Observei, pensando alto.

Ele não disse mais nada. Estava visivelmente contrariado, mas sabia que sua vinda era inevitável. Eu devia estar correndo sério risco. Provavelmente interrompi alguma boa briga dele, por uma briguinha sem graça como a que ele encontrou em meu quarto. Mas sem ele, não poderia fazer nada.

Ops: Continuamos em férias, não me moleste.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

5 thoughts on “Apuros noturnos

  1. Tive uma noite parecida com a sua.
    Não apareceu nenhum anjo por aqui…
    Bem, talvez meus olhos estejam imperfeitos demais…

    De fato, ver anjos é um dom do Espírito, segundo consta, embora todas as crianças possam vê-los e depois perdem essa capacidade. Segundo o Raniel, esse dom é dado a poucos e por critérios que não entenderíamos. A quem diga que os velhinhos também recebem esse dom ou recuperam-no. Não é o meu caso, antes que você faça a piada. Vejo os alados desde sempre. Mas tem o lado negativo, sou muito procurado pelos anjos para dar recados aos seus protegidos e não posso revelar minha fonte. Você deve imaginar os micos que acabo segurando.

  2. Li em algum lugar a história de um sujeito assim, imprevisível como um pesadelo.

    Um abraço e um 2009 com menos visitas noturnas.

    Amém! Especialmente desses inimigos do Raniel. Abraço e feliz 2009 para você, também.

  3. Que neste ano tu, Lou e cada um de nós, possa na verdade, abrir os olhos para ver verdadeiramente!
    Um bom ano de 2009, com boas visitas!

    Nossa! Ainda tem alguma coisa que eu não esteja vendo? 🙂 Será que agüentaria descobrir isso? Meu Deus!
    Para vocês também, muita paz e felicidades em 2009.

  4. Lou, estou passando pra te desejar um
    feliz 2009!
    sei que isso vira uma frase feita hoje,
    mas enfim…
    meu desejo é que o ano novo seja mesmo um ano de bençãos pra voce e sua família, bençãos do Pai, ok?
    com amor,
    alê e cia.

    Não tem outro jeito não, é Feliz 2009 mesmo. Deus te abençoe junto com tua família, com todas as abundantes bençãos que ele tiver. De todos nós, aqui. Abraços e beijos em vossas bochechas.

  5. Ô Lou,vê se dorme cara!Sinão assim você num guenta 2009!Ó quem fala,olha a hora que estou aqui!Estamos pedindo a Deus por vocês…
    Felicidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.